Economia

ENTREVISTA

Diretor do SENAI do Rio Grande do Norte fala da importância da instituição no estado

Instituição recebeu mais 50 mil matrículas no RN em 2018

Por Agência do Rádio Mais

1 de fevereiro de 2019 | 18:01

O Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) auxiliam na promoção de educação desde o ensino básico até o profissionalizante. O SESI recebe, em média, por ano, mais de 1,7 milhão de matriculas em educação básica e continuada. O SENAI, desde 1942, já capacitou mais de 73 milhões de brasileiros.

Para explicar um pouco do funcionamento nas instituições espalhadas pelo país, Emerson Batista, diretor regional do SENAI do Rio Grande do Norte, conta um pouco da importância do trabalho que ambas desenvolvem para o estado.

Quantos alunos foram beneficiados com o trabalho do SENAI no último ano?

“Em 2018, nós batemos a nossa meta, foram 50 mil matrículas em números redondos só no Rio Grande do Norte em cursos de iniciação profissional, qualificação e especialização”.

Como é a atuação das instituições no estado?

“O SENAI atua nas sete unidades que nós temos disponibilizadas, quatro na capital e três no interior. Sendo que essas do interior estão distribuídas estrategicamente dentro das regiões polos, de forma que, através das nossas unidades móveis conseguimos atingir 167 municípios do estado, levando qualificação, qualidade de vida para as pessoas por meio do SESI, e levando qualificação profissional em cursos de diversas áreas que o SENAI oferece”.

O novo governo sinalizou no final de 2018 um possível corte no chamado sistema S. Quais seriam os impactos para o Rio Grande do Norte diante do possível corte de gastos?

“Além de causar uma diminuição drástica nos cursos, porque todos os nossos cursos exigem prática e atividades executadas no dia a dia das indústrias, consequentemente, haverá um corte de recursos e na compra de materiais. Deverá ter corte de pessoal, porque não há como os mantermos, uma vez que esses recursos são colocados na meta de gratuidade regimental, que faz parte do nosso orçamento. Terá que cortar pessoal, diminuição de cursos e capacitações”.

Quais são os cursos mais procurados?

“A construção civil é um dos grandes destaques dentro de todas as suas áreas, instalações hidráulicas, prediais, elétricas prediais, elétricas industriais. A construção civil em si, como o pedreiro, pintor e eletricista. Na área de Mossoró, onde temos o polo petroquímico da região, toda a parte de estrutura de petróleo e gás, a parte de cursos de soldas e de estruturas metálicas. Assim, como no interior, a área de confecções. Na capital, em especial, o grande foco é a energia renovável, eólica e fotovoltaica”.

RECOMENDAMOS

CONGESTIONAMENTO

Acidente trava o trânsito na Ponte Newton Navarro

EDUCAÇÃO

Governo estadual convoca 588 professores temporários

SEMANA DA SORTE

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 21,5 milhões nesta terça

TENTATIVA DE FUGA

Com tornozeleira 'envelopada', bandido é preso pela PM

COVARDIA

Idoso de 100 anos é ameaçado por bandidos em assalto

FIM DA LINHA

PRF prende homem com carro roubado, arma, droga e tatus

LIMPEZA DAS PRAIAS

Marinha diz que 900 toneladas de óleo foram retiradas

CONFUSÃO

Eduardo Bolsonaro destitui 12 vice-líderes

comentários