Brasil e Mundo

TRAGÉDIA AÉREA

Dos 157 mortos em acidente aéreo na Etiópia, vários eram voluntários

10 das vítimas eram funcionários das Nações Unidas

Por Agência Brasil

11 de março de 2019 | 07:42

Foto: TIKSA NEGER

O acidente aéreo com o Boeing 737, da Ethiopian Airlines, matou os 149 passageiros e oito tripulantes. Das 157 pessoas a bordo, a maioria era de estrangeiros e alguns voluntários de missões que atuavam no país. Pelo menos 10 das vítimas eram funcionários das Nações Unidas.

A aeronave caiu ontem (10) de manhã, minutos depois de decolar de Addis Abeba, capital da Etiópia. O voo ET 302 caiu perto da cidade de Bishoftu, ou Debre Zeit, cerca de 50 quilômetros ao sul da capital.

Em 2010 ocorreu o último grande acidente envolvendo um avião da Ethiopian Airlines – foi o Boeing 737-800, que explodiu depois de decolar do Líbano, matando 83 passageiros e sete tripulantes.

RECOMENDAMOS

OPORTUNIDADES

SINE-RN oferece vagas de emprego nesta quinta-feira

CONCORRÊNCIA

RN fica em desvantagem na briga para baratear voos

SERÁ?

Carlinhos Maia não teria beijado noivo durante o casamento em respeito aos convidados

PROPOSTA

CCJ aprova admissibilidade da reforma tributária

PRÉ-PROJETO

Natal define reforma do Teatro Sandoval Wanderley

SEM MUDANÇA

Fifa descarta realizar Copa de 2022 com 48 seleções

EM NATAL

Mulheres negras recebem homenagem na Câmara de Natal

ORÇAMENTO

Governo evita novo contingenciamento com repasse ao MEC

comentários