#DeOlhoNaJogada 19/06/2018 17:13

AVISO IMPORTANTE: Instagram não limitou ninguém!

Por admin

Um fenómeno tem tomado conta do Instagram. Uma postagem que pede que você comente “sim” para ajudar a melhorar o alcance do perfil, caso você a esteja vendo, alegando que a rede social diminuiu o alcance daquela página para 7%.

Isso não é verdade! Trata-se tão somente de uma corrente com o intuito de “faturar” uns likes e comentários a mais e não tem valor efetivo diante do algoritmo da rede social para além daquele aviso.

É fato que desde 2016, quando a rede do Zuckerberg iniciou o seu processo de mudança no algoritmo, alguns perfis “bombados” perderam um número considerável de seguidores e uma perceptível mudança no número de interações. Isso se deu porque o Instagram adotou novos critérios de análise de distribuição de conteúdo, deixando a ordem cronológica de lado e adotando critérios comportamentais diante da rede. Sim, o instagram sabe o tempo que você passa vendo um vídeo ou olhando uma foto. Sabe aquele zoom que você dá pra ver certos detalhes? Pois é! Ele também sabe.

Os critérios de alcance são complexos, mas hoje o que se sabe, “oficialmente” é que a regra dos 10% continua valendo. Mas o que isso significa? Se 100 pessoas te seguem, o instagram só vai entregar seu post para 10 pessoas, dependendo do engajamento que esse post atingiu ele vai aumentar a sua relevância distribuindo para mais pessoas e assim sucessivamente, criando um loop de audiência na rede. Vale salientar que a primeira hora é crucial para saber se o seu post vai ser um sucesso ou se vai “flopar”. Cabe aqui uma boa análise dos picos de audiência do seu público.

Como o danado desse algoritmo vai saber do que eu gosto mais? Bom, ele se baseia em 5 fatores para prever se você vai gostar ou não:

  1. Interesse, baseado no que você o olhou ou curtiu;
  2. Factualidade, o que existe de mais recente, mesmo que não seja apresentado de forma cronológica;
  3. Relacionamento, as pessoas com quem você mais interage, marca, responde, conversa no direct (Sim, ele também está de olho no que você fala ali no “particular”).
  4. Usabilidade. Quanto mais você acessar, mais conteúdo novo você vai receber.
  5. Quem você segue, levando em consideração a quantidade de pessoas é possível ver o que todos postam ou não.

Mas vocês lembram que o aviso importante diz que o alcance do perfil foi reduzido? Será que esse usuário levou um Shadowban? WTF!!!

Depois que o Instagram adotou a prática de seguir hashtags, o algoritmo passou a ficar atento ao uso incoerente do tagueamento. Você faz uma postagem falando do carinho que tem pelo seu pet e dentre as hashtags uma que está super em alta como #RumoAoHexaBrasil no meio das suas hashtags sobre pet e repete isso várias vezes só pra ser mais visto, você é um forte candidato ao Shadowban, uma forma de te limitar, sem que você saiba, no caso do instagram, deixando de mostrar você nas buscas por hashtags por considerar que você está fazendo spam. Aqui fica mais uma lição, as hashtags são umas excelente forma de ser encontrado por perfis que ainda não te seguem, mas como tudo na vida, exige moderação e coerência.

Assim como essa corrente que está viralizando na rede, existem muitos outros mitos já esclarecidos oficialmente, tais como:

  • Os vídeos são mostrados com prioridade?
  • Um perfil de negócio garante maior alcance?
  • Postar muitas hashtags faz com que o perfil seja visto como spammer?

A resposta para todos os ítens anteriores é não, não e NÃO!

Conquistar uma audiência cativa seja para seu perfil pessoal ou para algum tipo de negócio não é fácil. Trabalhá-los exige muita estratégia e produção de conteúdo de valor para seus seguidores, agregado a escolha criteriosa de horários para suas postagens, assim como o monitoramento constante. Para quem deseja impactar seu público e conquistar resultados por meio de engajamento e interações não “artificiais” #FicaADica, é o desenho e a constância da sua estratégia que vão determinar o seu alcance e não o sim em uma postagem.

Find me on

Facebook:


Source: quadra

Mica e Beto

Biografia MICHELLY FELIPE: É Diretora de Atendimento e Relacionamento na Quadra Digital. Trabalha com Marketing desde 2001 e diz que é Publicitária desde 2008, de maneira que muita gente já acredita. Trocou a terra da garoa por um bom lugar ao sol na capital potiguar e, pelo que parece, gosta de escrever em terceira pessoa. BETO CANUTO: Formado em Designer Gráfico e Comunicação Social Publicidade e Propaganda, ocupou o cargo de Dir. De Criação em algumas agências de Propaganda em Natal/RN. Nas horas vagas músico, compositor, piadista e sonhador, hoje é Sócio Diretor de Criação e Planejamento na Quadra Digital.

Descrição Tendências, mercado e tecnologia.

todos os blogs

mais lidas