Cultura

GRUPO ESPECIAL

Escolas de samba desfilam na segunda noite no Rio de Janeiro

Confira horários e enredos das agremiações

Por Redação

4 de março de 2019 | 09:03

Foto: Reprodução/Liesa

Os desfiles do Grupo Especial das escolas de samba do Rio de Janeiro continuam nesta segunda-feira (4), com sete escolas se apresentando.

A noite começa com a São Clemente, às 21h15, que traz o enredo “E o samba sambou”, do carnavalesco Jorge Silveira.

A Vila Isabel dá continuidade, com previsão de saída às 22h30, que homenageia os Pedros da história com o enredo “Em nome do pai, do filho e dos santos – a Vila canta a cidade de Pedro”.

Às 23h30 deve sair a Portela, que homenageia a cantora Clara Nunes com o enredo “Na Madureira moderníssima,
hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá”.

A União da Ilha do Governador une dois grandes expoentes da literatura brasileira: Rachel de Queiroz e José de Alencar, com o enredo A peleja entre Rachel e Alencar no avarandado do Céu”, que deve entrar na avenida às 0h30.

A Paraíso do Tuiuti deve sair às 1h40 e promete apresentar “um mito de verdade: nordestino, barbudo, baixinho, de origem pobre, amado pelos humildes e por intelectuais, incomodou a elite e foi condenado a virar símbolo da identidade de um povo”

A Mangueira questiona a história contada do Brasil, com revisão dos fatos e acontecimentos marcantes para o povo da terra. A verde e rosa entra na Sapucaí às 2h40.

Finalizando a noite e os desfiles deste ano, a Mocidade Independente de Padre Miguel traz o enredo “Eu sou o tempo. Tempo é vida” e deve entrar na avenida às 3h45

RECOMENDAMOS

Voltou atrás

UFRN cancela posse de reitor no Teatro Riachuelo

PESQUISA FIERN/CONSULT

Corte no Sistema S é reprovado por 69% dos potiguares

PESQUISA FIERN/CONSULT

FIERN: 60% dos potiguares desaprovam Governo Bolsonaro

PESQUISA FIERN/CONSULT

Aprovação do Governo Fátima é de 55%

CONSCIENTIZAÇÃO

Começa semana de trabalhos sobre Fissura Labiopalatina

O CHÃO TREMEU

Tremor de magnitude de 8,1 graus abala Noroeste do Peru

INCENTIVO

Uber vem a Natal incentivar carreira tech para meninas

DEBATE

FIERN e SEDEC discutem crescimento econômico

comentários