Cultura

CASA DA RIBEIRA

Espetáculo sobre tempos modernos, “O Sr.Ventilador” chega a Natal

Uma história que fala de amizade, do envelhecer e do descarte de bens materiais e sentimentais

Por Redação

8 de abril de 2019 | 09:44

Por que estamos consumindo, cada vez mais, novidades tecnológicas que estão nos tornando seres cada vez mais solitários? Essa foi a reflexão inicial para o espetáculo O Sr. Ventilador, o mais recente do grupo cearense Bagaceira,  que fala de um arcaico e analógico ventilador, que começa a  perder espaço para outros utilitários mais modernosos. O espetáculo terá duas apresentações em Natal, nos dias 13 e 14 de abril, na Casa da Ribeira.

Encarregado dos serviços gerais, o Sr. Ventilador é mais que um objeto comum. Ele serve café, cuida da limpeza, organiza documentos e – claro – também apronta muitas aventuras e trapalhadas entre uma tarefa e outra. Com as engrenagens cada vez mais desgastadas pelo tempo, observa novos e modernos objetos aparecendo no escritório a todo o momento. O que irá acontecer com ele, um utensílio tão antigo, a partir da incontrolável chegada das novas tecnologias? Como ficará a relação do Sr. Ventilador com seu grande amigo Gerente, cada vez mais seduzido pela individualidade dos cliques, telas e máquinas digitais?

“Achamos importante trazer essa reflexão para as crianças que já nascem sabendo usar as telas touchscreen. Em suas primeiras apresentações, vimos muitas crianças bastante emocionadas com a relação dos dois personagens.” O espetáculo busca, de uma forma lúdica, falar de amizade, do envelhecer e do descarte de bens materiais e sentimentais… Uma reflexão que sai dos palcos, para toda a família.

SOBRE O GRUPO BAGACEIRA

O Grupo Bagaceira é uma companhia de teatro experimental, formada pelos artistas Rafael Martins, Ricardo Tabosa, Rogério Mesquita, Tatiana Amorim e Yuri Yamamoto,  que, através de espetáculos autorais, vem construindo uma linguagem cênica peculiar. Misturando referências plurais de forma inusitada, o Bagaceira conseguiu associar suas provocações conceituais a uma troca potente com a plateia, conquistando, assim, respeito de público e crítica.

Desde o surgimento, em 2000, o grupo mantém uma produção ininterrupta, construindo desse modo um repertório diversificado (espetáculos adultos, para crianças, para palco ou rua), com peças que se mantêm em atividade por diversos anos.

Sediado em Fortaleza (CE), na Casa da Esquina, o Bagaceira divide sua agenda de apresentações, ensaios e demais compromissos com o tempo para a livre criação, de onde podem surgir novas ideias, textos, cenas e até mesmo projetos em outras áreas, como o audiovisual, ultrapassando a fronteira entre o teatro e outras linguagens artísticas.

Algumas das obras criadas ao longo desses 19 anos de história são: as peças Lesados, O Realejo, Meire Love, A Mão na Face, Interior, Fishman; os infantis O Pequeno Casaco Solitário, O Sr. Ventilador; os curtas-metragens On My Own, Ao Vento e o longa-metragem Inferninho (coprodução com Marrevolto Filmes e Tardo Filmes, o longa já circulou em festivais por todo o Brasil e por países como Holanda, Inglaterra, Portugal, Espanha, Alemanha, Uruguai, Argentina).

RECOMENDAMOS

BALANÇO

Saldo de empregos tem pior mês de março desde 2016

PRAZO ACABANDO

Mais de 320 mil ainda não pagaram o IR de 2019 no RN

SUSTO!

Moradores confundem fogos com alerta de evacuação

BENZA DEUS!

Cauã Reymond posta foto sexy e tamanho choca seguidores

'DESERTO'

Pregão que Estado usaria para pagar servidores fracassa

MAIS TEMPO

Emissão de RGs terá horário ampliado no RN

TRÂNSITO SEGURO

STTU leva a campanha Maio Amarelo ao Mercado Bem-Te-Vi

HONRARIA

Empresário recebe Medalha da Ordem na Fiern

comentários