Cultura

TCP CHICO DANIEL

Espetáculo Violetas se apresenta em Natal dias 25 e 26 de maio

Espetáculo trata de mulheres que dedicaram vidas aos filhos e maridos

Por Redação

21 de maio de 2019 | 09:35

Foto: Marina Cavalcante

O espetáculo Violetas estará na capital potiguar dias 25 e 26 de maio no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel. Os ingressos poderão ser adquiridos antecipadamente pelo site Sympla aos valores de R$10 e R$20.

O espetáculo trata de mulheres, guerreiras anônimas, sonhadoras solitárias, que dedicaram suas vidas aos filhos e maridos e não puderam realizar sonhos outros.

O fio condutor é a história da avó da atriz Mayra Montenegro, dona Wilma, que com o exemplo de vida e amorosidade dela inspira toda a pesquisa. A partir dela, outras tantas poderão ganhar vez e voz.

Sinopse

Quem foram/quem são essas guerreiras do lar? Sonhadoras anônimas que realizam atos cotidianos de amor/heroísmo? Essa é a história da vovó Wilma, mas também é a história da Neuma, dona Maria, tia Santinha, Mayra, Eleonora e de tantas outras. Como remendar a própria alma? Como ser esteio durante toda vida, sem nos esquecer também viventes? Para nos remontar ou nos reorganizar precisamos nos desmontar e redescobrir em meio às dores e feridas abertas. “Violetas” é uma reflexão, uma memória de esperança, de amor e lealdade, buscando um movimento que nos ajude a passar de vítimas à autora de nós mesmas, não admitindo mais que nos sejam podados os sonhos.

Serviço
Violetas
25 de maio às 19h e 26 de maio às 18h
Local: Teatro de Cultura Popular – Rua Jundiaí, 641, Bairro Tirol.
Ingressos: R$ 10 ❙ R$ 20 pelo Sympla
Classificação: 12 anos
Mais informações: (83) 9.9813-1661

 

RECOMENDAMOS

POLÊMICA

Filho de Bolsonaro publica vídeo de criança com rifle

SERVIÇO

Corpus Christi: bancos fecham hoje, mas reabrem amanhã

PROGRAMAÇÃO

Veja hora das missas de Corpus Christi na Arquidiocese

TRÂNSITO

Carro pega fogo após colisão na Rua São José

TV NO AR

Veja propostas de Onivaldo Mendonça para o Quinto

SEMIABERTO

Ex-governador Fernando Freire deixa a prisão

CONDENADO

Pedreiro que matou menina Iasmin pega 31 anos de prisão

PROTEÇÃO

Preocupação com segurança de dados é a maior em 10 anos

comentários