Esportes

OPORTUNIDADES

Esporte leva jovens do interior a ganharem bolsas em escola de Natal

Convites do técnico fizeram com que meninos mudassem de vida

Por Redação

22 de setembro de 2019 | 08:59

Foto: Divulgação

Em comum eles têm a paixão pelo futsal e o sonho de ingressarem na seleção brasileira. Sabem que a Educação é o passaporte para o futuro, mas no caso da maioria destes jovens de 15 a 17 anos, foi a boa atuação no futsal que abriu as portas para uma bolsa de estudos em Natal. Vindos do interior do Rio Grande do Norte – sete dos nove atletas -, estes meninos deixaram suas casas e a escola em suas cidades para fazer o ensino médio na capital.

Frederyco Marks, Diógenes Oliveira, Marcos Deivid, João Victor, Vitor Cauã, Jandir Clebson, Ryan Geimerson, Eberty Jhononson e Rubens da Silva formam o time de futsal comandado pelo técnico Magnus Adriano. Deste grupo, apenas Ryan e Jandyr são de Natal. Deivid foi o primeiro a chegar à cidade em 2016. Ele veio de Macau, a 186km da capital. Depois que disputou o campeonato regional foi descoberto pelo técnico e recebeu o convite para ingressar no time. “Gostei muito da proposta. Pensei no meu futuro e vim para a cidade grande. Aqui a escola é mais forte e tenho mais oportunidades”, diz o jovem.

João Victor morava em Carnaúba dos Dantas, há quatro horas de Natal. Ele estudava em uma escola estadual e treinava futsal. Na final dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs) em 2016 enfrentou seu atual colégio e acabou ganhando uma bolsa de estudos para jogar no time adversário. “Foi uma oportunidade nova, vim do interior sozinho, meus pais não tinham como se mudar. O ensino particular pesou muito na minha escolha”, conta o atleta que participa pela quarta vez dos JEJs.

A história de Rubens já é um pouco diferente. Seu talento no futsal proporcionou uma nova vida para ele e a mãe. Eles se mudaram há quatro anos. “Nós já queríamos vir para Natal para melhorar de vida. A proposta do técnico só acabou acelerando nossos sonhos. A estrutura do interior, a escola pública e as condições de vida eram um empecilho para melhorarmos de vida. Está bem melhor aqui”, conta o jovem.

Para o técnico Magnus Adriano, o convite para jogar em Natal é uma oportunidade para estes jovens mudarem de vida. “Muitos vieram do sertão, sem perspectiva nenhuma de futuro. Daqui a cinco anos estariam em festas, não dariam continuidade aos estudos e muitos poderiam até cair no vício. O futsal foi a maneira de mudar isso, de serem cidadãos, pessoas de bem. Já passaram por mim muitos atletas que hoje são médicos, professores, engenheiros e outros que seguiram na carreira esportiva. É muito gratificante vê-los construir suas trajetórias e conquistar uma vida melhor”, diz Adriano.

O time do Colégio Encanto jogou na manhã de hoje contra o Colégio Integral, da Bahia, no ginásio do DED. O time de Natal fechou o placar em 3 a 2 com gols de Deivid, Frederyco e Jandir. Neste domingo, dia 22, eles enfrentam o Instituto Bom Pastor, do Maranhão.

RECOMENDAMOS

PROJETO SOCIAL

Senac recebe jovens para capacitação em gastronomia

NOVO CAPÍTULO

Desembargador 'suspende' falência da Multdia

SAÚDE

IBGE: 28,5% dos adultos do RN não tem 13 ou mais dentes

'SUÍÇA PERNAMBUCANA'

Sesc RN abre inscrições para passeio a Garanhuns

TUDO NORMAL

Policiais civis suspendem movimento de paralisação

TRAGÉDIA

Avião que caiu em BH deixa três mortos e três feridos

FOGO

Incêndio atinge loja da Ricardo Eletro em Parnamirim

SAÚDE NA TERCEIRA IDADE

Evento aborda envelhecimento saudável em Natal

comentários