Gente no AR

'NÃO DEIXO ME CORROMPER'

“Eu seria a melhor presidente do Brasil, se gostasse de política”, diz Roberta Miranda

Cantora sertaneja falou sobre questões pessoais e explica por que recusou convites para fazer parte da política brasileira

Por Redação

26 de setembro de 2019 | 17:01

Foto: Reprodução/Multishow

A convidada desta semana do CanAlvaro, canal do jornalista Alvaro Leme no YouTube, é a cantora e compositora Roberta Miranda, que vai esquentar esse bate papo falando sobre amor, sexo e até política. Prestes a estrear sua nova turnê em São Paulo, Roberta está mais focada em sua carreira e prefere deixar os amores bem longe.

Roberta conta que já foi chamada inúmeras vezes para fazer parte da política brasileira, e diz que seria o que há de melhor de presidente no país: “Eu conheço cada cantinho desse país, conheço o cheiro do povo, conheço o que o povo precisa mais do que qualquer presidente. Eu não ando em capitais, ando em lugares precários, lugares em que não tem condição. Eu apenas digo ‘Deus, olha por mim’”.

“Eu recusei ser Senadora, porque é difícil você chegar lá e se fazer valer. Eu tenho uma personalidade que eu não me deixo corromper”.

Amores

Roberta diz que, para compor tanto sobre amor, é necessário compreender o que ela chama de “amor universal”: “Precisa entender o amor universal, ele não precisa ser carnal. Passaram pela minha vida muitas paixões, poucos amores, e tem uma diferença muito grande entre essas coisas. O amor universal é amar ao próximo, amar a sua arte, o amor em sua forma macro.”

Ao comentar sobre sua vida pessoal no âmbito amoroso, Roberta se mostra discreta em relação a esse tema: “A diferença entre amor e paixão é terrível. Eu, ao invés de rezar, digo assim ‘Deus me livre de uma paixão’”.
“É uma parte da minha vida que eu acho que ela é sublime. Ela tem que ficar ali no momento mesmo. Eu sempre digo nas redes sociais ‘solteira e nem preparada para ter ninguém’. Eu não preciso estar com a pessoa colada aqui em mim pra dizer que sou casada. Eu sou casada por um compromisso de amor”.

Hoje em dia, Roberta diz que está mais tranquila, mas faz confissões surpreendentes: “Já tive uma, duas, três pessoas ao mesmo tempo, já traí pra caramba, já fui traída, mas de uns anos pra cá eu percebi que não adiantava”.
Para ela, todos um dia vão amadurecer até chegar em um ponto em que ter um companheiro bom de cama não é tudo na vida: “Você não vive sem o seu oxigênio, mas sem outra pessoa você vive, sim”.

Para assistir à entrevista na íntegra, acesse o link: https://www.youtube.com/watch?v=hgluUlPFE0k

RECOMENDAMOS

PROGRAMAÇÃO

2° Passeio histórico na Ribeira acontece neste sábado

NEGÓCIOS DE FAMÍLIA

Cases do RN cativam em evento de empreendedorismo

OPORTUNIDADE

IEL-RN lança edital de processo seletivo

DESASTRE AMBIENTAL

Pesquisadores encontram óleo nos parrachos de Pirangi

ACIDENTE

Avião cai no meio da rua em Belo Horizonte

COMBATE AO SUICÍDIO

Órgãos da Prefeitura de Natal deverão divulgar CVV

CEARÁ-MIRIM

Ronaldo se candidata a prefeito com apoio dos grandes

CRISE NO VIZINHO

Protestos violentos no Chile deixam 7 mortos

comentários