Sem categoria 20/06/2019 16:23

A travessia de Sérgio Moro

Por Carlos Linneu T F C

Sérgio Moro está sendo empurrado para a política e parece docemente constrangido.

Sérgio Moro segue lépido e fagueiro rumo à carreira política.

Desvencilhou-se da toga ao diagnosticar que o combate à corrupção sistêmica exige mudança de legislação penal. Foi ser ministro da Justiça.

Bastante inteligente, já deve ter “percebido” (desculpe, Gerson Camarotti) que não conseguirá aprovar pontos fundamentais de seu pacote anti-crime. Os gatunos do Congresso e o grande empresariado jamais acatarão a positivação da antecipação do cumprimento de pena após decisão de 2º grau.

Terá que concluir o seu salto triplo e ingressar no Congresso. Será convencido a não postular vaga ao STF. A aridez da paisagem humana na política faz dele um candidato fortíssimo à presidência. Posteriormente, depois dos 55 anos, quem sabe, ainda poderá fazer uma escala no Supremo.

Ontem, no Senado, demonstrou que absorveu rapidamente as mumunhas do artesanato da política. Não esperou ser convocado pela Casa. Voluntariamente, pediu a audiência.

Segundo, mastigou e engoliu todos os sapos que a gatunagem lhe atirou na forma de perguntas. Mastigou, engoliu e sobranceiro, devolveu os restos mortais dos batráquios sem nenhuma careta, para surpresa de quem torcia pelo mortal bate-boca.

O doutor Ulysses sempre repetia que o político às vezes tem que contrariar as galinhas: ciscar pra frente. Moro está bem pertinho.

Facilmente será eleito deputado federal ou senador. Pelo Paraná ou qualquer outro Estado. Requer apenas uma guaribada na fala e perder a entonação de presidente de grêmio estudantil.

Carlos Linneu T F C

Biografia Nasceu em Caicó-RN e estudou em São Carlos. Não participa de encantamentos coletivos da Esquerda ou da Direita.

Descrição Blog opinativo de temas políticos e econômicos, baseado em leituras de jornais e revistas.

todos os blogs

tags