Economia

QUEDA

Fiern: Confiança da indústria potiguar perde força em julho

ICEI do Rio Grande do Norte caiu de 55,4 para 53,0 pontos

Por Redação

19 de julho de 2019 | 14:59

Foto: Divulgação

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Rio Grande do Norte caiu de 55,4 para 53,0 pontos na passagem de junho para julho. Apesar da queda, o ICEI chegou ao maior valor para um mês de julho desde 2012, quando o indicador alcançou 56,5 pontos (o ICEI varia de 0 a 100 pontos. Valores acima de 50 pontos indicam confiança; abaixo, falta de confiança).

Ademais, o indicador encontra-se 3,6 pontos acima do registrado em julho de 2018 (49,4 pontos) e 1,1 ponto superior à sua média para meses de julho (51,9 pontos). Na percepção dos empresários potiguares as condições correntes dos negócios pioraram em relação aos últimos seis meses. Já as expectativas para os próximos seis meses, seguem positivas, mas menos otimistas.

 

 

Foto: Divulgação/Fiern

 

Os empresários da Construção voltam a revelar falta de confiança, enquanto os executivos das Indústrias Extrativas e de Transformação se mantêm confiantes, ainda que em menor intensidade do que em junho. No que tange aos portes de empresas pesquisados, observa se que as médias e grandes indústrias estão menos confiantes do que no levantamento anterior, enquanto as pequenas revelam maior falta de confiança.

A confiança do empresário industrial potiguar assinalou tendência oposta ao resultado nacional e à média nordestina no mês de julho. De acordo com a CNI, a confiança do empresário brasileiro registra o segundo aumento consecutivo, após uma sequência de quedas que se desenrolava desde fevereiro deste ano.

O ICEI nacional alcançou 57,4 pontos em julho de 2019, 0,5 ponto acima do registrado em junho (56,9 pontos). Com essa alta, o índice encontra-se 2,9 pontos acima de sua média histórica (54,5 pontos) e 7,2 pontos acima do observado em julho de 2018 (50,2 pontos). A confiança dos empresários da região Nordeste, por sua vez, aponta aumento de 1,4 ponto em julho, passando de 56,8 para 58,2
pontos. Ressalte-se que essa foi a maior alta entre os indicadores regionais.

RECOMENDAMOS

CRISE AMBIENTAL

Países usam incêndios para tentar prejudicar o Brasil

CONTRA TOMBAMENTO

Conselho de Turismo quer demolição do Hotel Reis Magos

NOVAS OPÇÕES

RN terá novos voos para o Rio a partir de novembro

PROJETO PILOTO

Mossoró: Petrobras vai investir na primeira infância

'AJUDE O MUNDO'

Madonna manda recado para Bolsonaro pela Amazônia

RECONHECIMENTO

Dois A Engenharia é premiada por obra em parque eólico

PLANEJAMENTO

Antecipar orçamento de reforma pode garantir preços mai

CORTE NAS DESPESAS

Coworking é alternativa para economizar com empresa

comentários