Economia

PREÇO DA FOLIA

Gasto médio do brasileiro no Carnaval deve ser de R$ 630

Dentre produtos mais procurados se destacam as bebidas

Por Redação

1 de março de 2019 | 09:21

Foto: Wellington Rocha/Arquivo/PortalNoar

Por ser um feriado prolongado e também muito aguardado pelos brasileiros, o Carnaval acaba levando muitas pessoas a viajar e curtir os dias de folga, movimentando a economia de modo geral. Uma pesquisa recente realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais brasileiras, mostra que 62% dos consumidores pretendem cair na folia nos próximos dias.

Segundo o Diretor Vogal do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR), Cristiano Hossri, os dados indicam que seis entre dez consumidores devem curtir o Carnaval. “Todos os anos há alta aderência à data e às festividades. Esse ano não será diferente e a população se programa para o período”, comenta.

Os dados apontam que 39% dos entrevistados devem sair de suas cidades na data, enquanto 31% aproveitarão as comemorações no próprio lugar onde moram e 20% ficarão em casa. Os locais de hospedagem mais citados são: casa de familiares e amigos (37%), hotéis ou pousadas (28%) e apartamentos, sítios ou casas alugadas (16%).

O gasto médio do consumidor durante o Carnaval deve ser de R$ 633,97. Dentre os produtos mais procurados se destacam as bebidas – como cerveja e drinks (49%), água, sucos ou energéticos (46%) e refrigerantes (42%), além de comidas ou lanches fora de casa (49%) e itens para churrasco (40%). Já fantasias e adereços, foram citados por 28% dos entrevistados.

A pesquisa também demonstra que a empolgação com os gastos do brasileiro no Carnaval, pode comprometer as finanças do brasileiro. “É importante se programar para todas as atividades, seja para viajar, curtir os blocos e as festas ou visitar restaurantes e bares. Apesar de a maioria dos gastos dos foliões estar dentro do orçamento, muitas pessoas podem aproveitar a data mesmo sem ter estipulado um limite de gastos ou ter guardado dinheiro para isso”, avalia Hossri, diretor do IBEVAR.

RECOMENDAMOS

SEGURANÇA VIÁRIA

PRF fiscaliza ônibus e detém 39 motoristas irregulares

NÃO PERCA O PRAZO

Participantes têm até hoje para pagar taxa de inscrição

OPORTUNIDADES

SINE-RN oferece vagas de emprego nesta quinta-feira

CONCORRÊNCIA

RN fica em desvantagem na briga para baratear voos

SERÁ?

Carlinhos Maia não teria beijado noivo durante o casamento em respeito aos convidados

PROPOSTA

CCJ aprova admissibilidade da reforma tributária

PRÉ-PROJETO

Natal define reforma do Teatro Sandoval Wanderley

SEM MUDANÇA

Fifa descarta realizar Copa de 2022 com 48 seleções

comentários