Política

DELAÇÃO

Governadora Fátima nega ter recebido propina de Palocci

Ex-ministro delatou sobre propina da empresa Camargo Corrêa

Por Redação

2 de dezembro de 2019 | 14:22

Fátima Bezerra discursando. Reprodução Twitter

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, emitiu nota negando as acusações de que teria recebido propina do ex-ministro petista Antônio Palocci, oriunda de doação da empresa Camargo Correia. A governadora diz que não houve doação da referida empresa em sua campanha à deputada federal em 2010, não tratou sobre a campanha com a empresa ou com Palocci e reafirma que suas contas foram aprovadas sem questionamentos.

No documento, ao qual a revista Crusoé teve acesso, a PF diz que Palocci admite ter sido o responsável pela distribuição de valores ilícitos pagos pela Camargo Corrêa ao PT.

Confira a nota divulgada na tarde desta segunda-feira (2):

NOTA

Sobre a delação premiada de Antônio Palocci à Polícia Federal, temos a esclarecer o seguinte:

A empresa Camargo Corrêa não fez doação à campanha da então candidata à deputada federal em 2010, Fátima Bezerra, conforme registrado no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE);

No endereço encurtador.com.br/glxE8 consta os registros de todas as pessoas físicas e jurídicas que doaram à campanha da então candidata em 2010, o que comprova que não há qualquer menção à referida empresa;

As contas foram devidamente aprovadas;

Fátima Bezerra e sua coordenação de campanha jamais trataram com a Camargo Corrêa e com Antônio Palocci, sobre a campanha de 2010 ou qualquer outra, e esperam que as informações sejam devidamente apuradas e esclarecidas.

Assessoria Fátima Bezerra

RECOMENDAMOS

TALENTO UNIVERSITÁIRO

Prêmio Capes distribuirá R$ 5 mil para mil colocados

DECISÃO

Final do Matutão será neste domingo na Arena das Dunas

ACORDO BILATERAL

Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis

INCENTIVO ÀS COMPRAS

Prefeitura e CDL lançam show de prêmios em Parnamirim

SORTE

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões

OLHO NU OLHO

Evento com arte trata do sentido da visão

SEM TRANSPARÊNCIA

Bolsonaro mantém gastos do cartão corporativo em sigilo

PREVISÃO

Fecomércio: Gasto em compras de Natal deve aumentar 7%

comentários