Economia

CONCESSÃO TURÍSTICA

Governo Bolsonaro quer privatizar Forte dos Reis Magos e mais três pontos turísticos do RN

Iniciativa privada passaria a cuidar da administração desses locais

Por Redação

16 de outubro de 2019 | 10:51

Foto: Ney Douglas

O governo Bolsonaro pretende conceder quatro áreas do Rio Grande do Norte em um pacote de concessão turística que pretende passar a administração dos locais para a iniciativa privada.

No total, 222 propriedades da União distribuídas em 17 estados e no Distrito Federal estão na lista da concessão. Em terras potiguares, as áreas incluídas são o Forte dos Reis Magos, o Parque dos Mangues (área no entorno do Forte), Árvore do Amor (em Maxaranguape) e a Praia do Marco (em São Miguel do Gostoso).

A informação foi divulgada pelo portal The Intercept Brasil, que disponibilizou uma planilha com todas as áreas previstas para entrarem na concessão. Locais como o Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro e a Praça dos Três Poderes, em Brasília, estão na lista.

De acordo com o TIB, as áreas foram indicadas pelos governos estaduais a pedido do governo federal e o número de locais deve aumentar. Outros nove estados ainda não haviam respondido o pedido do Ministério do Turismo por áreas da União que seriam de interesse turístico para concessão à iniciativa privada.

O site ainda destaca que as áreas não serão concedidas todas ao mesmo tempo, além de que haverá modelos diferentes de concessão e destinação dos locais.

RECOMENDAMOS

HILÁRIO!

Cena de A Usurpadora com Lula e Bolsonaro bomba na web

FOTOGRAFIA EM DESTAQUE

'Natal em Natal' terá duas exposições fotográficas

CRISE AMBIENTAL

Marinha reforça limpeza de óleo com mais um navio

PREVENÇÃO

Sesap discute prevenção da tuberculose em presídios

SEGURO

Motociclistas recebem maior parte das indenizações

NEGÓCIOS

China comunista é o maior parceiro comercial do Brasil

NOTA

Bolsonaro age para destruir Jornalismo, diz Fenaj

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Feriadão: PRF reforça fiscalização em BRs no RN

comentários