Economia

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Guedes defende reforma da Previdência e é aplaudido por empresários

Ministro da Economia participou de evento em Campos do Jordão

Por Fernanda Cruz / Da Agência Brasil

5 de abril de 2019 | 14:32

Ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, debate a reforma da Previdência. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu hoje (5) a reforma da Previdência e a redução da máquina pública no 18o Fórum Empresarial do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), realizado na cidade de Campos do Jordão (SP). Guedes foi aplaudido pelos empresários presentes ao evento.

Segundo o ministro, a reforma da Previdência é tema prioritário do governo federal. “O modelo econômico é ruim, se esgotou. Temos que reformar. O diagnóstico é esse. Em torno disso, costuramos o nosso programa”, disse.

Para Guedes, é necessária a redução da intervenção do Estado na economia. “Hoje, é melhor o empresário ir à Brasília pedir algo, do que mergulhar na competição”, disse. “A economia com muita intervenção do Estado perde a dinâmica de crescimento, corrompe as práticas”, acrescentou.

Privatizações

A segunda prioridade do governo na área econômica é a privatização de estatais, de acordo com o ministro. O objetivo é fazer o balanço das gestões. “As estatais, descapitalizadas, se transformaram em locais de aparelhamento, um problema para a classe política”, argumentou.

Durante a sua participação, Guedes comentou a audiência, na última quarta-feira (3), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara para discussão sobre a reforma da Previdência.

O ministro entrou em debate com parlamentares da oposição e se desentendeu com o deputado Zeca Dirceu (PT-PR).

“Se as principais lideranças do país estão comprometidas com a reforma [da Previdência], eu vou temer o quê? Perder a paciência depois de seis, sete horas? E me cansar com certo desrespeito, com quem me desrespeitou? Rumores. Acontece”, afirmou.

RECOMENDAMOS

SUPREMA CORTE

Celso de Mello deve decidir destino de Lula e Moro

OUSADIA

Dupla invade lanchonete, rouba produtos, mas é presa

SONHO VIVO

América vence xará e segue em busca do acesso à Série C

ESTUDO

Forró pode virar patrimônio imaterial do país

CAMISA 10 EMOCIONADA

Após queda, Marta faz apelo: 'Futebol depende de vocês'

CARREIRA MILITAR

Corpo de Bombeiros da PB anuncia concurso com 10 vagas

ZERO ÁLCOOL

Lei Seca flagra 137 motoristas alcoolizados no RN

SORTEIO JUNINO

Quina de São João pode pagar R$ 140 mi nesta segunda

comentários