Interior

Jardim do Seridó não deve mudar calçamento no Centro Histórico

5 de setembro de 2019 | 17:28

A polêmica que se abateu sobre o município de Jardim do Seridó, no interior do Rio Grande do Norte, pela tentativa da prefeitura fazer um recapeamento asfáltico no centro histórico da cidade ganhou novo capítulo. O prefeito José Amazan não deverá alterar a estrutura da área, porque é uma região que conta com imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual, além de outros prédios de valor histórico para a cidade.

A recomendação é do Ministério Público estadual que abriu procedimento para apurar o caso, após as reclamações da população. O prefeito deve então evitar qualquer obra que modifique o entorno dos prédios históricos.

De acordo com a recomendação, a região conta com imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual, denominado “Sobrado Padre Justino”, além de outros prédios de valor histórico para o Município de Jardim do Seridó, como a Escola Estadual Antônio de Azevedo e a Matriz de Nossa Senhora da Conceição. Uma das justificativas apontadas pelo município para o capeamento asfáltico e sinalização viária seria proporcionar um local mais propício para o tráfego de veículos, como também para realização de eventos.

Ele agora tem 10 dias para informar à Promotoria de Justiça da comarca sobre as providências adotadas, sob pena de serem tomadas todas as medidas legais cabíveis, inclusive a propositura de ações judiciais em defesa do patrimônio histórico.

Confira a recomendação

RECOMENDAMOS

The Untold Story on Assignment Help Academic You Really Need to Read or Be Left Out

The History of Assignment Helper Assignment Refuted

Nurse Suggestions to Look after Individuals

Essay Writer Service - The Best Way to Find the Cheapest

Essay Writer Assistance - How to Find the Cheapest

PORTAL NOAR encerra atividades

Ano começa com chuva em todas as regiões do RN

Sistema de trens de Natal terá novo reajuste de tarifa no domingo

comentários