Geral

REPERCUSSÃO NACIONAL

Juízes do RN vão receber licença-prêmio retroativa a 1996

Assunto foi destacado pela jornalista Andreza Matais na coluna dela no Estadão

Por Redação

16 de abril de 2018 | 09:16

A resolução do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte que concedeu aos magistrados potiguares, na última quinta-feira (15), o direito de receber licença-prêmio de forma retroativa aos últimos 22 anos foi destaca pela jornalista Andreza Matais na coluna dela no Estadão.

Leia, na íntegra, o texto publicado nesta segunda-feira, 16 de abril.

Magistrados do Rio Grande do Norte se concederam o direito de receber licença-prêmio de forma retroativa aos últimos 22 anos. A resolução, assinada pelos 13 desembargadores e publicada quinta-feira, permite que embolsem os atrasados de uma só vez. Um juiz que exerce a atividade desde 1996, por exemplo, pode ganhar cerca de R$ 300 mil, segundo cálculos iniciais. A licença-prêmio garante a eles o descanso remunerado de três meses a cada cinco anos de trabalho. A medida ocorre no momento em que o Estado enfrenta crise financeira.

:: É pra todos. Familiares de juizes que faleceram também poderão requerer o pagamento da licença-prêmio retroativa, assim como os aposentados.

:: Penduricalhos. Além da licença-prêmio, os juizes do RN já recebem auxílio-moradia (R$ 4.300); auxílio-saúde (R$ 500) e auxílio-alimentação (R$ 400).

:: Com a palavra. O presidente da Associação dos Magistrados do RN, Herval Sampaio, diz que o pagamento é legal, depende da disponibilidade financeira do tribunal e pode ser parcelado a depender do número de pedidos.

Clique para ver a resolução do TJRN.

RECOMENDAMOS

ATRITO

Presidente precisa parar de falar que é contra reforma

ENTREVISTA

'O governo é um deserto de ideias', afirma Maia

PREVIDÊNCIA

Parlamento "fará sua parte" pela reforma, diz Marinho

EDUCAÇÃO

Governo convoca mais 380 professores para rede Estadual

ANFETAMINAS

PRF apreende carreta com excesso de peso

DECISÃO

AL promulga lei que garante 13º e férias para deputados

TRAGÉDIA

Chega a 417 número de mortes em Moçambique após ciclone

SEGUE DETIDO

Marcelo Bretas decide manter prisão de Michel Temer

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL