Geral

CASO ADEMAR

Julgamento dos acusados de matar hoteleiro entra no terceiro dia

Júri popular foi iniciado na quarta-feira e ainda pode se estender por mais dias

Por Ayrton Freire

12 de abril de 2019 | 09:47

O hoteleiro Ademar Miranda Neto (Arquivo Pessoal)

O júri popular dos acusados do assassinato do hoteleiro Ademar Miranda Neto em 2016 entra, nesta sexta-feira, no terceiro dia. Nesta manhã, se iniciam os debates dos advogados de defesa com o Ministério Público, no Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, na zona sul de Natal.

Iniciadas na quarta, dia 10, as oitivas das testemunhas de acusação e também de defesa só foram concluídas nessa quinta, 11.

Os réus são Martha Renatta Borsatto Messias Miranda, viúva da vítima e apontada como autora do homicídio, e Antônio Ribeiro de Andrade Neto, namorado dela, acusado de ser coautor do crime.

O julgamento é presidido pelo juiz José Armando Pontes Júnior. Três homens e quatro mulheres compõem o júri popular.

O crime

Em 7 de Junho de 2016, o hoteleiro Ademar Miranda Neto, de 58 anos, foi morto a tiros na avenida Engenheiro Roberto Freire, no bairro de Ponta Negra, quando dois homens que estavam em uma motocicleta efetuaram disparos de arma de fogo contra ele.

RECOMENDAMOS

ESTATÍSTICA

RN tem frota superior a 1,3 milhão de veículos

CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

Senai-RN abre mais de 1.700 vagas gratuitas

CONHECIMENTO DELICIOSO

Festa junina é aula de gastronomia e história

DESAFIOS DO DIA A DIA

Papel das micro empresas sé tema de seminário da CNI

LDO 2020

Emendas preveem 1º Centro de Exame por Imagem de Natal

LOTERIA

Mega-Sena sorteia R$ 6,2 milhões nesta quarta-feira

INTEGRAÇÃO SOCIAL

Saque do abono salarial do PIS 2018/2019 vai até sexta

CHOQUE FATAL

Motorista morre em acidente entre carro e van na RN-160

comentários