Geral

CASO ADEMAR

Julgamento dos acusados de matar hoteleiro entra no terceiro dia

Júri popular foi iniciado na quarta-feira e ainda pode se estender por mais dias

Por Ayrton Freire

12 de abril de 2019 | 09:47

O hoteleiro Ademar Miranda Neto (Arquivo Pessoal)

O júri popular dos acusados do assassinato do hoteleiro Ademar Miranda Neto em 2016 entra, nesta sexta-feira, no terceiro dia. Nesta manhã, se iniciam os debates dos advogados de defesa com o Ministério Público, no Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, na zona sul de Natal.

Iniciadas na quarta, dia 10, as oitivas das testemunhas de acusação e também de defesa só foram concluídas nessa quinta, 11.

Os réus são Martha Renatta Borsatto Messias Miranda, viúva da vítima e apontada como autora do homicídio, e Antônio Ribeiro de Andrade Neto, namorado dela, acusado de ser coautor do crime.

O julgamento é presidido pelo juiz José Armando Pontes Júnior. Três homens e quatro mulheres compõem o júri popular.

O crime

Em 7 de Junho de 2016, o hoteleiro Ademar Miranda Neto, de 58 anos, foi morto a tiros na avenida Engenheiro Roberto Freire, no bairro de Ponta Negra, quando dois homens que estavam em uma motocicleta efetuaram disparos de arma de fogo contra ele.

RECOMENDAMOS

DIREITO

🔊 Exame da OAB tem 676 inscritos para prova no RN

HOMENAGEM

Organizadores da Campus Party viram Cidadãos Natalenses

BRAVO

Agente prisional fica em 3° no Pan-americano de Judô

FUTEBOL

🔊 ABC pode ser rebaixado para a Série D neste domingo

SAÚDE

🔊 Centenas de pessoas passam por check-up vascular grátis em Natal

FOGO

🔊 Polícia queima quase 53 mil bonés piratas no RN

CP NATAL

Capacitação de servidores é destaque na Campus Party

TÁ PERTO

América define data para inaugurar estádio próprio

comentários