Gente no AR

FUTURA ADVOGADA

Kim Kardashian auxilia na liberação de 17 detentos que cumpriam prisão perpétua

Socialite trabalha em projeto por prisioneiros que receberam sentenças cruéis.

Por Redação

7 de maio de 2019 | 16:57

Foto: Reprodução/Getty Images

De acordo com um levantamento do TMZ, a socialite Kim Kardashian já auxiliou 17 presos a garantirem liberdade nos últimos três meses. Todos cumpriam prisão perpétua sem liberdade condicional por delitos de drogas.

A atitude da empresária faz parte da campanha 90 Days of Freedom (90 dias de liberdade, em português), lançada pela advogada de Kim, Brittany K. Barnett, e cujo objetivo é trabalhar por prisioneiros que receberam sentenças cruéis. Na reportagem do TMZ, são citados exemplos de pessoas que passaram anos na prisão por infrações leves relacionadas à posse de drogas e agora estão livres.

Em março, o site já havia revelado que a empresária estava contribuindo com a reforma prisional dos Estados Unidos, aprovada em dezembro do ano passado. Matthew Charles, por exemplo, cumpriu 20 anos de sua sentença e, após ser liberado, não conseguiu alugar uma residência por conta de seu histórico. Mobilizada, a Kardashian comprometeu-se a ajudá-lo com as despesas dos próximos cinco anos.

Na edição de maio da Vogue americana, Kim revelou que pretende prestar o exame da Ordem dos Advogados dos Estados Unidos para, enfim, exercer a profissão. Ela tem estagiado em uma firma de São Francisco com o objetivo de tirar sua licença em 2022.

RECOMENDAMOS

ENSINO SUPERIOR

MEC abre consulta para vagas no Sisu nesta quinta-feira

DIGITAL

A partir de julho, serviços do INSS serão pela internet

OPERAÇÃO FORRÓ

MPF denuncia delegado por se envolver com quadrilha

RECLAMAÇÃO

General Girão relata a ministro 'hostilização' na UFRN

CONFIANÇA EM QUEDA

Consumidores acreditam em inflação de 5,4% em 12 meses

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Senai apresenta portfólio de cursos e consultorias

COMEÇANDO OS TRABALHOS

Seleção brasileira inicia preparação para Copa América

TREINAMENTO

Comitiva visita Universidade de Ciências Aplicadas

comentários