Geral

ALERTA

Ligação clandestina de esgoto é crime e pode gerar multa de R$ 2 mil

Caern realiza trabalho educativo para evitar problemas na rede

Por Redação

17 de março de 2019 | 09:54

Com a conclusão do serviço de implantação de redes de esgoto em vários bairros de Natal, dentro da obra para dotar a capital potiguar de 100% de cobertura de esgotamento sanitário, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) renova o alerta: A ligação dos imóveis na rede só deve ser feita após autorização expressa da companhia. Nenhum usuário pode ligar seu imóvel na tubulação implantada sem que tenha sido orientado para isso.

O alerta da Caern não é novo. A companhia tem rotineiramente combatido essas ligações irregulares, que se constituem em crime, sujeito a multa e ainda a penalidades previstas na lei ambiental.

É importante lembrar que ter a tubulação instalada não significa necessariamente que já é possível ligar esgotos nessa tubulação. Como a obra não está concluída, a tubulação não tem como levar o esgoto ao destino final, que é a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE). Jogado em uma rede que não está concluída e em operação, o esgoto não terá destinação, vai se acumular na rede até transbordar na via, gerando mau cheiro, sujeira e risco de contaminação por doenças de veiculação hídrica.

As multas aplicadas aos infratores residenciais na categoria social (baixa renda) é 10 vezes R$ 39,99 que totaliza R$ 399,90. As demais categorias residenciais são 20 vezes a tarifa mínima R$ 39,99, que totaliza R$ 799,80. Se o infrator estiver inserido na categoria comercial, a multa será 20 vezes a respectiva tarifa mínima (R$ 61,53), totalizando R$ 1.230,60. Se for industrial, o valor será 20 vezes R$ 134,19, totalizando R$ 2.683,80. Se a ligação clandestina for realizada em imóveis vinculados ao poder público, a multa será 20 vezes R$ 128,59, totalizando R$ 2.571,80.

Para inibir essas ocorrências, a Companhia vem intensificando o trabalho educativo junto a população por meio de visitas aos imóveis, com orientações sobre a importância das obras e cuidados necessários com as instalações sanitárias. Os educadores ambientais também orientam os clientes para que informem ao pessoal da obra, quando possível, a melhor localização da caixa da calçada, para facilitar o trabalho de acesso do imóvel ao sistema, quando autorizado. A caixa na calçada será utilizada como ponto de interligação entre o ramal particular e a rede coletora pública.

Os clientes que receberem em seu imóvel o comunicado autorizando a interligação, devem antes realizar as devidas instalações internas.

Caso haja dúvidas quanto a este procedimento, basta procurar um dos escritórios de atendimento presencial da Caern em Natal, para as devidas orientações. A Companhia reforça que somente quem receber o comunicado deve realizar a ligação.

RECOMENDAMOS

CORREÇÃO DOS TEXTOS

Inep libera espelhos da redação do Enem 2018

OCORRÊNCIA

M prende dois e apreende armas e drogas em Ceará-Mirim

GABINETE

Styvenson chamará selecionados "mediante a necessidade"

EVENTO

Senac realiza primeira Semana de Gastronomia em Mossoró

INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

Alunos do SESI-RN participam de feira científica em SP

ARTES CÊNICAS

Sesc lança 22ª edição do palco giratório

LICITAÇÕES FRAUDULENTAS

Empresários são condenados por desvio de recursos no RN

NATAL

Tarifa da frota de ônibus mais velha do País pode subir

comentários

ANUNCIE JÁ!

RUA DESEMBARGADOR BENÍCIO FILHO, N° 465 PETRÓPOLIS CEP: 59014-470

PABX:

2020-1200

REDAÇÃO:

2020-1200

COMERCIAL:

2020-1200

FALE CONOSCO

Nome
TELEFONE
E-MAIL