Política

CALADO

Lula fica em silêncio em depoimento à PF

Segundo a defesa, Lula não teve acesso antecipado ao conteúdo da investigação

Por André Richter/Agência Brasil

6 de abril de 2019 | 07:05

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou em silêncio durante depoimento prestado nessa sexta-feira (5) na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, onde está preso.

Segundo a defesa, Lula não teve acesso antecipado ao conteúdo da investigação. Na oitiva, a PF pretendia questionar o ex-presidente sobre o conhecimento dele da suposta cobrança de propina em contratos de navios-sonda da Petrobras e nas obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Em março, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o pedido da defesa do ex-presidente e suspendeu o mesmo depoimento.

Na decisão, Fachin concordou com a defesa e determinou prazo mínimo de cinco dias úteis para que os advogados possam analisar os processos antes do depoimento.

A defesa de Lula, desde sua prisão em abril de 2018, reitera a inocência dele e diz que ele não cometeu crimes em momento algum. O ex-presidente também afirma que não cometeu irregularidades.

Lula está preso desde 7 de abril do ano passado, após ter sua condenação confirmada pelo TRF4, que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo do tríplex do Guarujá (SP).

RECOMENDAMOS

SUPREMA CORTE

Celso de Mello deve decidir destino de Lula e Moro

OUSADIA

Dupla invade lanchonete, rouba produtos, mas é presa

SONHO VIVO

América vence xará e segue em busca do acesso à Série C

ESTUDO

Forró pode virar patrimônio imaterial do país

CAMISA 10 EMOCIONADA

Após queda, Marta faz apelo: 'Futebol depende de vocês'

CARREIRA MILITAR

Corpo de Bombeiros da PB anuncia concurso com 10 vagas

ZERO ÁLCOOL

Lei Seca flagra 137 motoristas alcoolizados no RN

SORTEIO JUNINO

Quina de São João pode pagar R$ 140 mi nesta segunda

comentários