Geral

PROJETO

Ministério do Turismo libera recursos para Centro de Eventos de São Gonçalo

Obra integra lista para aprimorar a infraestrutura turística do país

Por Redação

24 de junho de 2019 | 17:27

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gonçalo do Amarante

O Ministério do Turismo (MTur) está liberando R$ 1.083.672,62 para a construção do Centro de Eventos de São Gonçalo do Amarante (RN). A obra deveria ter começado desde 2015, um ano após a inauguração do Aeroporto Internacional Aluízio Alves e integra a lista de projetos do MTur para aprimorar a infraestrutura turística de 324 destinos nacionais.

Ao todo, foram liberados R$ 36 milhões para o pagamento de obras de infraestrutura turística em todo o Brasil. Os trabalhos, realizados com recursos provenientes de emendas parlamentares, proporcionam a ampliação da oferta de atrativos locais, favorecendo a atração de visitantes, a geração de emprego e renda e o desenvolvimento regional.

O Nordeste concentra o maior volume de aportes: R$ 14,5 milhões. A região Sul, por sua vez, recebeu R$ 8 milhões do total disponibilizado, já a região Sudeste contará com R$ 5,4 milhões para obras no setor e a região Norte terá à disposição um total de R$ 3,2 milhões.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, estimula a atuação de deputados e senadores em favor da destinação de recursos ao setor. “Os parlamentares conhecem bem as necessidades dos municípios e dão uma importante contribuição no sentido de dotar os destinos turísticos da infraestrutura adequada à recepção de visitantes. O MTur inclusive disponibiliza uma cartilha que orienta congressistas a formular emendas com este objetivo, que se somam aos nossos esforços pela melhoria dos atrativos nacionais. Esse trabalho conjunto amplia a competitividade do turismo, favorecendo o desenvolvimento com inclusão social”, observa o ministro.

As obras contempladas são realizadas preferencialmente em municípios integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro, ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) reconhecida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) como um mecanismo capaz de aperfeiçoar a aplicação de recursos públicos em localidades que incentivam a atividade como estratégia de desenvolvimento econômico.

O secretário de Turismo de São Gonçalo do Amarante, Vagner Araújo, destacou que o Centro é uma praça de atividades que faz falta ao município. “É uma coisa muito interessante que nós vamos receber e que fazia falta. Nós temos essa possibilidade de receber manifestações culturais, de fazer eventos e atrair pessoas de Natal e nós não tínhamos o espaço. Sempre usávamos um espaço privado. Agora teremos um espaço adaptado, bem localizado e com boa estrutura”, disse.

Estrutura

O projeto foi feito por volta de 2013 e encaminhado ao ministério. “É um espaço multiuso, com palco, com duas alas – uma para gastronomia e outra para eventos massivos -, com capacidade para 1,5 mil pessoas, com estacionamento, com espaço para o artesanato e capaz de abrigar festivais, feiras e eventos religiosos”, finalizou Araújo.

RECOMENDAMOS

PLANO DIRETOR NO AR

Câmara retoma Fórum do Plano Diretor na segunda-feira

PREVISÃO

Lula diz que PT vai polarizar eleições em 2022

PARA A CHINA

Após acordo, melão produzido no RN pode ser exportado

SEGURO RETIRADO

Em dez anos, DPVAT indenizou mais de 391 mil por morte

VERSÃO MAROMBA

Gracyanne e Belo viram personagens de 'Os Simpsons'

FINALISTA

Grupo do RN na final da Olimpíada da Língua Portuguesa

VAGA DE EMPREGO

Realeza procura faxineiro real para ganhar R$ 80 mil

ANÁLISE DE RESÍDUO

Marinha desloca navio de pesquisa para o Nordeste

comentários