Futebol

VIROU ACUSADA

Modelo que acusa Neymar de estupro ofende polícia, se dá mal e vai responder por difamação

Ela disse que a Polícia foi comprada para favorecer Neymar

A Polícia Civil de São Paulo registrou um boletim de ocorrência por difamação contra Najila Trindade Mendes de Souza por conta das declarações feitas pela modelo sobre a investigação da acusação de estupro contra Neymar.

A declaração da modelo foi dada em entrevista concedida ao SBT ao comentar o suposto arrombamento de seu apartamento no qual um tablet com imagens do seu segundo encontro com Neymar, gravado pela modelo, teria sido roubado.

Ao ser questionado sobre o resultado da investigação, que encontrou apenas digitais da modelo e da empregada no apartamento supostamente arrombado, Najila afirmou: “É, mas a polícia está comprada, né? Ou eu estou louca?”

Por conta dessa declaração, o delegado José Fernando Bessa registrou boletim de ocorrência na 6ª Delegacia Seccional de Santo Amaro na noite desta terça-feira. O delegado acrescenta ainda que um ofício será encaminhado ao instituto que coletou as digitais. “Caso sintam-se (os peritos) atingidos em sua honra, apresentem eventuais representações (contra a modelo)”, diz trecho.

A fala de Najila também foi repudiada pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP) e pela Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP).

“O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP) e a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) vêm a público repudiar veementemente a afirmação feita pela Srta. Najila Trindade de que a polícia estaria ‘comprada'”.

RECOMENDAMOS

MÚSICA

'Hoje tem Samba no Beco' recebe Andiara Freitas

DESAFIO

Campeonato gamer reúne 150 competidores

AGENDA

Curso de segurança pública e mediação policial em Natal

MEIO AMBIENTE

Torneio de rinhas de galo tinha até motos na premiação

POLÍCIA

Homens em carro roubado morrem após perseguição da PM

TRANSPORTE DE CARGAS

ANTT publica novas regras para cálculo do frete mínimo

DESATIVADDA

Saiu a sentença de recuperação judicial da Multidia

DIÁLOGO

AGN-RN e IMD discutem parceria para startups potiguares

comentários