Geral

CRIME DESVENDADO

Mulher e amante tramaram morte de servidor da Caern para ficar com seus bens, diz Polícia

Marcos Antônio foi sequestrado e morto a tiros no ano passado

Por Redação

11 de abril de 2019 | 14:26

Brena Katuana e Ivan Vicente, conhecido por “Junior Cabeça”. Divulgação PC

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte revela que desvendou o assassinato de Marcos Antonio Braga Ponte, 60 anos, que era funcionário da Companhia de Águas e Esgotos do Estado (Caern), em setembro passado. Segundo investigações da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a companheira dele, Brena Katuana da Silva, 32 anos, planejou o crime junto com seu amante Ivan Vicente Ferreira Junior, 32 anos, conhecido por “Junior Cabeça”, 32 anos, para ficar com os bens da vítima. Pessoas próximas a Júnior também ajudaram.

Júnior Cabeça e Tomás Jorge

Júnior Cabeça e Tomás Jorge

A elucidação do crime é resultado da Operação Aleivosia que conseguiu prender, nesta quinta-feira (11), Júnior Cabeça e Tomás Jorge da Silva Emiliano. Aleivosia é sinônimo de traição e deslealdade. Além dos mandados de prisão dos dois, cumpridos em Natal e Parnamirim, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão nas casas dos suspeitos, entre estes, na casa de Bruna, onde encontraram papelotes de cocaína e balança de precisão.

Brena Katuana e Marcos Antônio

Brena Katuana e Marcos Antônio

As investigações da Polícia Civil descobriram que Ivan, o amante, é suspeito de ser traficante de drogas, com atuação na comunidade do Japão, Zona Oeste de Natal. “Brena e Ivan articularam a execução da vítima, contando com a colaboração de outros coautores, moradores do bairro das Quintas, região onde Ivan Junior atua diretamente na atividade de tráfico de drogas”, detalhou o delegado Matheus Barbosa Trindade.

Apesar da constatação de que a mulher planejou o assassinato com o amante, ela não foi presa, mas responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime de uso de droga para consumo pessoal. Na casa de Tomás Jorge, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreenderam duas armas e 270 munições de calibre ponto 40.

O funcionário da Caern, Marcos Antonio Braga, foi sequestrado no dia 21 de setembro de 2018, quando saía de um bar localizado à Avenida Alexandrino de Alencar, bairro do Alecrim, Natal. Minutos depois, a vítima foi executada com diversos disparos de arma de fogo, na Rua São José (uma estrada de terra), zona rural, distrito de Manguabeira, Macaíba.

RECOMENDAMOS

ESTATÍSTICA

RN tem frota superior a 1,3 milhão de veículos

CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

Senai-RN abre mais de 1.700 vagas gratuitas

CONHECIMENTO DELICIOSO

Festa junina é aula de gastronomia e história

DESAFIOS DO DIA A DIA

Papel das micro empresas sé tema de seminário da CNI

LDO 2020

Emendas preveem 1º Centro de Exame por Imagem de Natal

LOTERIA

Mega-Sena sorteia R$ 6,2 milhões nesta quarta-feira

INTEGRAÇÃO SOCIAL

Saque do abono salarial do PIS 2018/2019 vai até sexta

CHOQUE FATAL

Motorista morre em acidente entre carro e van na RN-160

comentários