Brasil e Mundo

Nacionalidade das vítimas do Bataclan ainda não foi informada

O Consulado do Brasil em Paris ainda não foi informado, pela polícia, sobre a nacionalidade das mais de 100 vítimas da sala de shows Bataclan. As autoridades brasileiras estão preparadas, portanto, para a possibilidade da existência de mais brasileiros entre as vítimas, que só foram retiradas do prédio onde ocorreu a tragédia na noite de sexta-feira (13) na manhã deste sábado (14).

Seis atentados terroristas, reivindicados pelo Estado Islâmico, mataram 128 pessoas e deixaram cerca de 300 feridos na capital francesa. Pelo menos 80 pessoas estão em estado grave.

O consulado estima que cerca de 80 mil brasileiros vivem na França, mas o número pode ser ainda maior, já que nem todos se comunicam com as autoridades brasileiras. A cônsul Maria Edileuza Fontenele Reis visitou hoje no hospital os dois brasileiros feridos. De acordo com o consulado, eles já se encontram fora de perigo.

Durante toda a noite, uma funcionária do consulado ficou de plantão atendendo ligações de moradores e turistas sem saber o que fazer, e de parentes e amigos em busca de notícias de pessoas que viajaram à capital francesa. O telefone de plantão do consulado é +336 80 12 32 34.

Em nota na página no Facebook, o consulado brasileiro recomenda que os cidadãos brasileiros que moram na França, especialmente em Paris, “façam contato com seus familiares no Brasil para tranquilizá-los”. Pede ainda “que os cidadãos restrinjam a circulação pelas ruas da capital francesa e pelo país, até que a situação se normalize”.

RECOMENDAMOS

SAÍDAS VOLUNTÁRIAS

Bolsa Família: Mais de 11 mil pediram desligamento

RECUSOU

Eleita Miss Bumbum, Pabllo Vittar critica título

TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Motoristas adiam para terça-feira decisão sobre greve

TOPO DO PÓDIO

Esgrima: Brasileira leva ouro e faz história no Mundial

NORMAS SANCIONADAS

RN teve quase 100 novas leis no primeiro semestre

RESSOCIALIZAÇÃO E PREVENÇÃO

Presas do João Chaves recebem atendimento médico

INCLUSÃO

Bolsonaro anuncia inclusão de autistas no Censo 2020

RECURSO NEGADO

TRE-RN mantém Lava Jato no RN na Justiça Federal

comentários