Geral

RECICLAGEM

Natal ganha programa para otimizar coleta e reciclagem de lixo

Programa “Dê a mão para o futuro” propõe melhoria das condições de trabalho dos catadores

Por Redação

17 de junho de 2019 | 16:52

Divulgação

O programa nacional “Dê a mão para o futuro”, criado pela ABIHPEC – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, está chegando à de Natal com duas importantes ações neste mês de junho. A proposta é unir ações que viabilizem a reciclagem de resíduos sólidos urbanos, reduzindo assim o volume de materiais que seriam destinados aos aterros e, em paralelo, criar condições para a melhoria das condições de trabalho e qualidade de vida dos catadores de materiais recicláveis.

No dia 26, a partir das 8h, será realizado o seminário “Do lixo a Cidadania: os caminhos da Reciclagem”, no Auditório das Aves, no centro de Biociências da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. O evento é voltado a estudantes, interessados na questão dos resíduos sólidos, formadores de opinião, gestores municipais, entre outras pessoas com interesse pelo tema. A programação do Seminário segue abaixo.

Já no dia 29 ocorrerá, no bairro de Ponta Negra, um grande mutirão de conscientização junto aos moradores. A partir das 8h, cerca de 60 pessoas entre a coordenação do programa, catadores cooperados da Coopcicla (Cooperativa de Reciclagem da Cidade de Natal), estudantes da UFRN, alunos das escolas locais e voluntariados percorrerão cerca de 7 mil residências para reforçar, junto à população, a importância da coleta seletiva, os tipos de materiais que podem ser encaminhados para a reciclagem e os benefícios sociais e ambientais da atitude.

Dentre os catadores que participarão deste evento de sensibilização, estará dona Maria das Graças Andrade do Vale, antiga catadora do Lixão de Cidade Nova e uma das fundadoras da CoopCicla. A ação contará ainda com um carro de som com jingle sobre a coleta seletiva, que percorrerá as ruas da região para chamar a atenção do público.

A ideia é que o programa aumente, no mínimo, em 20% a adesão dos moradores em relação à coleta seletiva. Em Ponta Negra, por exemplo, onde são recolhidas, em média, 13 toneladas por mês, a objetivo é que esse número seja ampliado para 16 toneladas.

Todo o material reciclável do bairro da Ponta Negra e de outros 18 bairros da cidade é realizado pela Cooperativa de Materiais Recicláveis da Cidade de Natal (Coopcicla), que é contratada pela Prefeitura Municipal para realização do trabalho. A Coopcicla é formada pelos catadores do antigo lixão de Cidade Nova e emprega 35 catadores. No total a Coopcicla recolhe 100 toneladas/mês de lixo reaproveitável. Com o programa “Dê a Mão Para o Futuro”, a meta é aumentar para 120 toneladas.

Em relação à mão de obra, com a implementação do programa “Dê a mão para o Futuro” em Natal, estima-se aumentar o número de catadores de 35 para 50, com o reforço da coleta seletiva em todos os bairros atendidos. Além disso, por meio do aumento do lixo reciclável doado para a Coopcicla, a expectativa é que a renda mensal salte dos atuais R$ 750,00, para R$ 1.200,00.

Dentre as ações de melhoria das condições de trabalhos dos catadores, o programa “Dê a Mão para o Futuro” doou um caminhão de coleta, e equipamentos para melhoria do processo de triagem dos materiais como uma esteira de separação.

RECOMENDAMOS

CONGESTIONAMENTO

Acidente trava o trânsito na Ponte Newton Navarro

EDUCAÇÃO

Governo estadual convoca 588 professores temporários

SEMANA DA SORTE

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 21,5 milhões nesta terça

TENTATIVA DE FUGA

Com tornozeleira 'envelopada', bandido é preso pela PM

COVARDIA

Idoso de 100 anos é ameaçado por bandidos em assalto

FIM DA LINHA

PRF prende homem com carro roubado, arma, droga e tatus

LIMPEZA DAS PRAIAS

Marinha diz que 900 toneladas de óleo foram retiradas

CONFUSÃO

Eduardo Bolsonaro destitui 12 vice-líderes

comentários