Geral

EM 2019

Natal reduz casos de dengue, chikungunya e zika

Casos das arboviroses caíram 14% em relação ao mesmo período do ano passado

Por Redação

14 de março de 2019 | 06:31

Mesmo com a chegada do período chuvoso, Natal tem conseguido diminuir o número de casos de arboviroses registrados em toda a capital, de acordo com dados divulgados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

No total, 653 casos de arboviroses ocorreram na capital potiguar em 2019, uma redução de 14,2% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 761. A maior queda foi de zika, que passou de 54 para 17. A dengue caiu de 65 para 39 e chikungunya passou de 642 para 597 este ano.

Mesmo com os índices apresentando resultados melhores, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reafirma a necessidade de a população continuar os cuidados para que os mosquito Aedes aegypti, transmissor dessas doenças, não se prolifere, principalmente com a continuidade do período chuvoso na capital potiguar.

Confira algumas dicas:

– Mantenha a caixa d’água fechada

– Mantenha tampados tonéis e barris d’água

– Lave com semanalmente com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água

– Encha de areia até a borda os vasos das plantas

– Coloque no lixo todo objetivo que não será mais utilizado e que possa acumular água (latas, garrafas..)

– Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada

– Mantenha as calhas das casas limpas

– Não deixe água acumulada sobre a laje

RECOMENDAMOS

SEGURANÇA

Centro de Comando da Sesed vai monitorar manifestação

TÁ SUJA

Praias em Natal continuam impróprias para banho. Veja.

SEGUE

Veja como é a reforma administrativa aprovada na Câmara

CONGRESSO

Encontro elegerá direção do PSB/Natal visando eleições

AGENDA ECONÔMICA

Fecomércio mostra potencial econômico do RN na Alemanha

FLOPOU

Poucos comparecem e manifestação vira panfletagem

PRÊMIOS

Mega Sena pode pagar R$ 3 milhões neste sábado

IMPRUDÊNCIA

Bêbado foge de blitz e quase atropela pedestres

comentários