Geral

FRAUDES

Operação federal fecha fábrica de cigarros na Grande Natal

Empresa funcionava em nome de sócios 'laranjas'

Por Redação

10 de junho de 2019 | 12:01

Foto: Divulgação/Polícia Federal

A segunda fase da Operação Grandes Rios, realizada pela Polícia, a Receita e o Ministério Público Federal nesta segunda-feira (10), fechou uma fábrica de cigarros irregular na região metropolitana de Natal. Dentre as irregularidades, estava a constatação de sócios “laranjas” (utilização de pessoas sem capacidade financeira e operacional para a gestão da empresa).

Além disso, a Receita constatou a falta de pagamento de tributos federais, em valores estimados em R$ 1 bilhão, incluindo multa e juros.

O fechamento se deu por meio do cancelamento do Registro Especial para fabricação de cigarros, de lacração das máquinas e de apreensão de selos de controle, matérias primas e produtos em estoque.

Divulgação/Receita Federal

A Operação Grandes Rios, iniciada em abril pela Receita Federal em conjunto com a Polícia Federal e com o Ministério Público Federal, investigou a ocorrência de crimes contra a ordem tributária no setor de fabricação de cigarros.

Na ocasião, foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco e São Paulo, nos quais foram obtidas provas para identificar o grupo econômico oculto responsável pela gestão das empresas constituídas por sócios “laranjas”.

A operação realizada hoje contou com a participação de 17 auditores-fiscais, com apoio da Polícia Federal e apoio logístico da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro.

RECOMENDAMOS

NEGOCIAÇÃO

Proposta para reforma tributária pode abrir diálogo

EXPOSIÇÃO JURÁSSICA

Museu abre exposição sobre dinossauros da Bacia do RN

ANATEL CONSUMIDOR

Aplicativo da Anatel facilita queixas contra operadoras

NATAL EM NATAL

Árvore de Mirassol será acesa nesta quarta-feira

DOE VIDA

Julinho precisa de sangue para cirurgia cardíaca

VIVI E CHICLETE

Clima esquenta entre Paolla Oliveira e Sergio Guizé

BONECA DROGADA

Polícia prende homens com boneca cheia de drogas

NEGOCIAÇÃO

Devedores do Estado quitaram R$ 35,26 milhões em um ano

comentários