Brasil e Mundo

CRIME CHOCANTE

Pai e madrasta são presos por torturar e matar criança de 6 anos

Mel foi socorrida, mas chegou ao hospital sem vida. Casal assumiu o crime, segundo a polícia

Por Caio Sartori

3 de agosto de 2019 | 12:03

Foto: Arquivo/Portal No Ar/Alberto Leandro

A Polícia Civil do Rio prendeu neste sábado, 3, o pai e a madrasta de Mel Rhayane Ribeiro, menina de seis anos que foi morta, segundo a corporação e confissão do próprio pai, pelo casal. Mel chegou sem vida, com diversos sinais de agressões, ao Hospital Naval Marcílio Dias, na zona norte da cidade, na tarde dessa sexta-feira, 2.

Foi lá que Rodrigo Jesus da França, de 25 anos, confessou o crime e pediu para ser preso, com medo de ser linchado por um grupo de pessoas que estavam na porta da unidade. Acionada, a Polícia Militar o conduziu até a Delegacia de Homicídios da Capital, na zona oeste.

Peritos da delegacia constataram lesões no corpo da criança, entre elas “ausente pedaço da orelha, úlceras no tornozelo e mãos, aparentando que a criança era constantemente amarrada e chicoteada.” Os policiais perceberam que as agressões ocorriam há tempos. A madrasta da criança, Juliana Mayara Brito da Silva, de 20 anos, negou ter participado dos maus tratos e da morte, mas foi presa por ter se omitido às práticas.

Rodrigo Jesus da França disse, segundo a Polícia Civil, que deixava a criança amarrada para não ter relações com os outros filhos do casal. E que as agressões eram para “corrigir” um suposto “comportamento sexual alterado” de Mel, que já teria sido estuprada – informação negada por laudo do Instituto Médico Legal (IML). A fim de evitar que as lesões fossem vistas, o pai tirou a menina da escola em que estudava.

RECOMENDAMOS

ALERTA

Arboviroses: Sesap reforça orientação aos municípios

MAIS ORGANIZAÇÃO

Evento leva dicas de organização para shopping em Natal

ATUALIZAÇÃO

Governo atualiza cadastro e preocupa produtores rurais

MAIS VOOS

Azul Viagens anuncia um aumento de voos para Natal

DESESPERO

Yudi fica na mão de bandidos em assalto

SANÇÃO PRESIDENCIAL

Bolsonaro sanciona com vetos MP da Liberdade Econômica

PECULATO

Deputado é denunciado por desvio de R$ 2 mi da Câmara

TALENTO DA CASA

Artista potiguar vence concurso internacional de arte

comentários