Gente no AR

PUNIÇÃO

Paulo Henrique Amorim sofre punição e é desligado da Record após detonar Bolsonaro

Jornalista não faz mais parte do time de apresentadores do "Domingo Espetacular"

Por Raul Saraiva

25 de junho de 2019 | 10:00

Foto: Reprodução/TV Record

Um dos nomes mais importantes da TV Record, Paulo Henrique Amorim não faz mais parte do “Domingo Espetacular”. A emissora puniu o jornalista, que estava no comando da revista eletrônica há 14 anos, por conta das críticas contrárias que ele faz ao governo Bolsonaro. Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro devem seguir como substitutos do comunicador na atração exibida aos domingos. As informações são do site Notícias da TV, do portal Uol.

Em nota, o canal de Edir de Macedo confirmou o afastamento de Paulo Henrique, conhecido por ter uma postura egocêntrica e também por tratar mal os colegas de trabalho nos bastidores. “O Domingo Espetacular, a partir deste domingo, 30/06, será apresentado por Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro. Paulo Henrique Amorim deixa o programa e permanece na emissora à disposição para novos projetos. As mudanças fazem parte do processo de reformulação do jornalismo da Record TV, que está sendo implementado pelo vice-presidente de jornalismo da Record TV, Antonio Guerreiro, desde janeiro deste ano”, diz o comunicado.

Vale lembrar que o mesmo deve acontecer com Rachel Sheherazade. O dono da Havan, uma das patrocinadoras do SBT, incorporou Salomé e pediu a Silvio Santos a cabeça da jornalista, que também tem feito comentários inflamados contra o presidente.

RECOMENDAMOS

PREVIDÊNCIA

Fiern defende agilidade na aprovação da reforma

PROGRAMAÇÃO

Memorial relembra 30 anos da Constituição do RN

ADEUS RUIVO!

Marina Ruy Barbosa é mais nova loira do pedaço

DIFICULDADE

CNI: aumenta preocupação com falta de demanda

PARCERIA

Convênio levará serviços do INSS para o RN

PREVENÇÃO

Defesa Civil vai tratar emergências e desastres no RN

RETA FINAL DA SÉRIE C

ABC mantém promoção e jogo terá ingressos a R$ 5

CONTINGENCIAMENTO

Governo bloqueia mais R$ 1,44 bilhão do Orçamento

comentários