Geral

AÇÃO INTERESTADUAL

Polícia prende ladrões de banco que se preparavam para novo assalto

Bando voltava a Parnamirim após arquitetar crime em cidade de Pernambuco

Por Redação

5 de abril de 2019 | 10:45

Divulgação/Deicor/Polícia Civil

A Divisão Especializada em  Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) articulou a prisão, na noite dessa quinta-feira, 4, de um bando considerado pela Polícia Civil como sendo especializado em roubo a bancos. As prisões aconteceram após uma abordagem no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em São José de Mipibu.

A Deicor informou que recebeu uma denúncia anônima que dava conta de um grupo que estaria voltando da cidade de Carpina (PE) para Parnamirim. O bando teria deixado, conforme as informações do(a) denunciante, um veículo, um Renegade da Jeep, com registro de furto/roubo, para trás. Também foi dito que a suposta quadrilha teria ido “levantar” os bancos existentes naquela Cidade.

Com apoio do Departamento de Investigações Criminais de Alagoas e da Delegacia da Receita Federal de Pernambuco, a Deicor tomou conhecimento de que os suspeitos voltavam para o estado pela BR-101. A Polícia Civil fez contato com a PRF, que montou uma barreira no posto policial de São José de Mipibu.

Em um Gol, modelo da Volkswagen, parado na blitz policial estavam cinco pessoas. Três delas tinham histórico no crime. Um dos ocupantes do veículo era um menor, de 17 anos. Eles estavam armados.

Os presos

Wellington Silva de Miranda Dias, o Netinho, tem 23 anos. Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto pelo roubo de mais de R$ 1 milhão de uma agência do Banco do Brasil em Macaíba.

Outro que tinha uma mandado de prisão em aberto era Marcos Felipe Alves Gomes, 30 anos. A determinação judicial contra ele partiu da Justiça do Mato Grosso e foi expedida por crime de roubo.

Osivaldo Costa Ambrósio, o Galeguinho, de 32 anos, responde por um homicídio contra um policial militar na cidade de São Paulo do Potengi. O outro preso foi Emerson Silva Sousa, 28.

Plano desvendado 

De acordo com a Deicor, no momento em que foram interrogados, eles confirmaram que teriam levado o Renegade roubado para ficar escondido em Carpina (PE). O veículo depois seria usado em um roubo no Banco do Brasil daquela cidade. O grupo também confessou, de acordo com a Polícia Civil, que iria roubar uma carga de frios.

O bando foi autuado por associação criminosa armada, porte ilegal de arma de fogo, receptação e corrupção de menores.

 

RECOMENDAMOS

SUPREMA CORTE

Celso de Mello deve decidir destino de Lula e Moro

OUSADIA

Dupla invade lanchonete, rouba produtos, mas é presa

SONHO VIVO

América vence xará e segue em busca do acesso à Série C

ESTUDO

Forró pode virar patrimônio imaterial do país

CAMISA 10 EMOCIONADA

Após queda, Marta faz apelo: 'Futebol depende de vocês'

CARREIRA MILITAR

Corpo de Bombeiros da PB anuncia concurso com 10 vagas

ZERO ÁLCOOL

Lei Seca flagra 137 motoristas alcoolizados no RN

SORTEIO JUNINO

Quina de São João pode pagar R$ 140 mi nesta segunda

comentários