Geral

NO MATO GROSSO

Polícia prende mais um indiciado da Operação “Forasteiros”

Quadrilha é especializada em ataque a agências bancárias

Por Redação

16 de março de 2019 | 08:56

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) do Estado do Mato Grosso prenderam, nessa sexta-feira (15), Alcimar Cosso Dias.

Ele é mais um suspeito da Operação “Forasteiros” (deflagrada pela DEICOR) que se encontrava foragido e, segundo as investigações, é integrante de uma Organização Criminosa especializada em violação de caixas eletrônicos da rede 24 horas, farmácias, além de agências bancárias na cidade de Natal e nos Estados da Paraíba, Ceará, Espírito Santo, Pará, Goiás, Santa Catarina e Mato Grosso. Esse grupo é responsável por, pelo menos, 30 ações criminosas.

Entenda o caso

No dia 13 de fevereiro deste ano, a 1ª fase da Operação “Forasteiros” foi deflagrada com o objetivo de desarticular a organização criminosa. Ainda no dia 13 de fevereiro, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em diversos endereços de Natal, além de um mandado de prisão preventiva em desfavor de Jorge Henrique Evaristo Fernandes da Costa.

Na última terça-feira (12), após uma vigilância, policiais civis identificaram a entrada de um dos integrantes da organização criminosa em um condomínio na grande Natal. O suspeito Victor Hugo Valério Santos Silva, natural de Cuiabá/MT, de 30 anos, possuía um mandado de prisão preventiva em aberto. Ao chegarem no local, os policiais constataram que Victor Hugo portava um documento falso e outro ideologicamente falso. Diante disto, ele foi preso em flagrante delito.

Na mesma residência, foi preso em flagrante Edvar Wenderson Alves e Silva, 37 anos, pela prática dos crimes de estelionato, falsidade de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso e associação criminosa. Além disso, o paraense Edvar Wenderson responde a processos por tráfico e roubos na região Norte do país. Na ação, Andria Wanessa Alves Moreira, 22 anos, natural de Mato Grosso, também foi autuada pela associação criminosa. Ainda na residência de Victor Hugo, foram encontradas ferramentas usadas nos cortes dos caixas, rádios HT, munições dos calibres 38 e 380, uma certa quantidade de maconha, dois veículos e um vasto material furtado das farmácias.

Após a prisão desses quatro envolvidos, os policiais tomaram conhecimento de que Alcimar Cosso tinha fugido para o Mato Grosso, localizando e prendendo o homem nessa sexta-feira (15). Além de Alcimar, todos os outros indiciados da operação encontram-se presos (Victor Hugo, Jorge Henrique e Andra Wanessa) e à disposição da Justiça.

RECOMENDAMOS

SEGURANÇA

Centro de Comando da Sesed vai monitorar manifestação

TÁ SUJA

Praias em Natal continuam impróprias para banho. Veja.

SEGUE

Veja como é a reforma administrativa aprovada na Câmara

CONGRESSO

Encontro elegerá direção do PSB/Natal visando eleições

AGENDA ECONÔMICA

Fecomércio mostra potencial econômico do RN na Alemanha

FLOPOU

Poucos comparecem e manifestação vira panfletagem

PRÊMIOS

Mega Sena pode pagar R$ 3 milhões neste sábado

IMPRUDÊNCIA

Bêbado foge de blitz e quase atropela pedestres

comentários