Geral

TUDO NORMAL

Policiais civis suspendem movimento de paralisação

Diretoria do Sinpol diz que negociações com Governo voltaram a fluir

Por Redação

21 de outubro de 2019 | 11:23

Foto: Divulgação

Os Policiais Civis do Rio Grande do Norte se reuniram em Assembleia Geral, nesta segunda-feira, 21, e decidiram suspender o movimento de paralisação que havia sido deliberado no último dia 7. A categoria cobra a conclusão das negociações com o Governo do Estado referente ao projeto de reestruturação da carreira.

A Diretoria do SINPOL-RN explicou que os trâmites voltaram a andar na última semana, tendo sido realizadas duas reuniões com o Governo do Estado. “Existe um prazo, assinado em documento, estabelecendo o dia 31 de outubro como limite para conclusão desse processo. Como as negociações estavam paradas, a categoria entendeu por deliberar a paralisação. Agora, com a retomada dos diálogos e trabalhos técnicos, foi decidido pela suspensão do movimento”, explica Nilton Arruda.

O presidente do SINPOL-RN ressalta que, apesar disso, os Policiais Civis continuam mobilizados no sentido de cobrar o andamento célere das negociações para que o prazo estabelecido no termo de compromisso seja cumprido.

“Temos praticamente uma semana para construir um entendimento satisfatório e esperamos que o Governo honre com sua palavra. A reestruturação da carreira do policial civil é urgente. Estamos lutando por dignidade e reconhecimento dos nossos direitos”, completa Nilton Arruda.

Com a deliberação pela não continuidade da paralisação, as delegacias da Polícia Civil funcionam normalmente nesta segunda-feira. Um novo encontro entre o SINPOL-RN e Gabinete Civil acontecerá na quarta-feira, 23. Já no dia seguinte, quinta-feira, 24, os Policiais Civis voltam a se reunir na sede do Sindicato, a partir das 8h.

RECOMENDAMOS

LUTO

Ex-piloto de Stock Car morre após acidente aéreo no NE

BANG BANG

Homens são mortos pela PM após série de assaltos na ZN

CASOS DE POLÍCIA

Condenado homem que tentou matar irmão por cerveja

CONGRESSO

Senado pode concluir votação da PEC Paralela à Reforma

PODER

RN será governado pelo vice de Fátima até 4 de dezembro

MEIO AMBIENTE

Em 78 dias, óleo avança e desafia investigação

POLÍCIA CIVIL

Protesto deixa RN com um delegado para 38 cidades

Wordpress Post 1573831158 9739866

comentários