Geral

AVISOS

Potiguares receberão alertas de desastres pelo celular

Estado aderiu a programa de emissão por SMS. Veja como se cadastrar.

Por Redação

13 de maio de 2019 | 18:00

Os potiguares podem se cadastrar para receber no celular alertas de riscos e desastres naturais a partir desta segunda-feira (13). O Rio Grande do Norte aderiu ao programa de emissão de SMS gratuito à população com informações da Defesa Civil. Transmitidas aos telefones celulares por SMS, as mensagens informam previamente sobre a ocorrência de chuvas intensas, vendavais, riscos de inundação, deslizamentos e outros fenômenos naturais com potencial de risco à população.

“Trata-se de mais uma ferramenta para propiciar ações efetivas da Defesa Civil do Estado trazendo, dessa forma, uma tranquilidade a mais para a população”, ressaltou o coordenador Estadual da Defesa Civil, tenente-coronel BM Marcos de Carvalho. A iniciativa é uma parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Regional, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e os governos estaduais. Os alertas são divulgados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e pelos órgãos de Defesa Civil nos estados.

Os interessados em receber as mensagens devem enviar um SMS para o número 40199 com o Código de Endereçamento Postal (CEP) do município em que mora. O usuário receberá então uma mensagem informando que o celular está apto a receber os alertas. Também será possível cancelar o serviço por mensagem de celular. Não há custo para receber os alertas.

RECOMENDAMOS

PARA TODA A FAMÍLIA

Festival Camomila traz cultura para o Parque das Dunas

PRAZO

Inscrição para o Enem deve ser paga até quinta-feira

VOTAÇÃO ANULADA

Natal: Câmara votará novamente Comenda Marielle Franco

NOVA APOSENTADORIA

Previdência: texto alternativo foi ruído de comunicação

ESTÁ PRESO

Motorista que matou Gis diz que nem lembra do acidente

ALERTA SPOILER!

Emilia Clarke ficou espantada com roteiro final de GOT

GRANDE NATAL

Foragido da Justiça morre durante operação policial

PROPOSTA

Conselhos fazem projeto para impedir suicídios na Ponte

comentários