Economia

NEGÓCIOS

Primeiro trimestre teve 4,5 mil novos negócios no RN

Foi a melhor taxa de formalização dos últimos cinco anos

Por Redação

2 de maio de 2019 | 17:16

A abertura de empresas no trimestre foi a maior dos últimos cinco anos. Foto: Agência Sebrae

O número de Microempreendedores Individuais (MEI) no Rio Grande do Norte, no mês passado, alcançou a marca de 105,7 mil negócios registrados formalmente, sendo 4,5 mil deles constituídos no primeiro trimestre do ano. A quantidade de empresas enquadradas nessa categoria jurídica já representa pouco mais de 66% do total de empresas optantes pelo Simples Nacional no RN, cujo repasse de tributos para o estado e municípios potiguares somou R$ 318,4 milhões em 2018, mostrando a importância do segmento das micro e pequenas empresas para a economia potiguar.

Mensalmente, as formalizações do MEI ultrapassaram a faixa dos mil negócios. Em janeiro, foram registradas 1.624 formalizações e, no mês seguinte, outras 1.404. Em março, os registros subiram para 1.491, encerrando o trimestre com 4.519 empresas abertas e classificadas como MEI em todo o Rio Grande do Norte, o maior número de formalizações para o primeiro trimestre dos últimos cinco anos.

Importante instrumento de acesso ao mundo empresarial, o programa do MEI completa em 2019 dez anos de lançamento e engloba negócios de pequeno de porte e, principalmente, trouxe para a formalidade trabalhadores autônomos, como vendedores, doceiros, manicures, cabeleireiros e eletricistas. Esse grupo passou a ter cobertura previdenciária e seguridade social a baixo custo, já que o valor do boleto mensal do MEI não ultrapassa os R$ 56,00.

Os dados do registro do MEI no trimestre foram divulgados no início da semana pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, que fez uma análise do comportamento dos principais indicadores que influenciam a economia potiguar em uma edição especial que enfoca os resultados desses indicadores no primeiro trimestre. O material poder ser conferido na íntegra e está disponível para download no Portal do Sebrae (www.rn.sebrae.com.br), na seção ‘Estudos e Pesquisas’.

Segundo o levantamento, a maioria dos MEIs potiguares é do sexo masculino, no entanto, 47% deles já são mulheres. Mais da metade – 53% – dessas pessoas formalizadas está na faixa etária dos 21 aos 40 anos. A maior parcela atua no comércio de roupas e acessórios (24%), cabeleireiros (18%), mercadinhos e mercearias (13%), lanchonetes (8%) e comércio de bebidas (8%).

RECOMENDAMOS

CRÍTICAS

Bolsonaro volta a defender fim dos radares

FIERN

Atividade da construção potiguar segue em dificuldades

LEVANTAMENTO DA FOLIA

Fecomércio divulga resultados do Carnaval em Parnamirim

SONDAGEM FIERN

Atividade industrial potiguar cai pelo 5° mês seguido

Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil

Morre menina queimada em vazamento de duto

SERIDÓ SEGURO

RN: Polícia prende 5 envolvidos com tráfico e mortes

COMENTÁRIOS NEGATIVOS

Paula Fernandes rebate críticas de Juntos e Shallow Now

ESPETÁCULO

Mossoró inicia montagem do cenário do "Chuva de Balas"

comentários