Brasil e Mundo

POLÍCIA

Professora é presa em sala de aula no Instituto Federal

Ela teria impedido interrogatório de alunos

Por Redação

15 de abril de 2019 | 14:10

Professora Camila Marques

A professora do Instituto Federal de Águas Lindas, em Minas Gerais, Camila Marques, foi presa na manhã desta segunda-feira (15) enquanto dava aula. Ela teria impedido a Polícia Civil de Goiás interrogar seus alunos durante a aula e foi detida por desacato.

De acordo com o Sindicato Nacional de Servidores Federais (Sinasefe), da qual Camila é coordenadora-geral, policiais estavam no campus desde o início das atividades acadêmicas do dia. Nem o IFMG e nem a Polícia de Goiás se pronunciaram até 0 momento sobre o caso, esclarecendo a razão da suposta oitiva de estudantes, nem de que forma a professora desacatou.

Segundo a professora, a Polícia teria dito que foi chamada para investigar uma suposta ameaça de atentado no campus, conforme o corrido na Escola Raul Brasil, em Suzano, e ela teria tentado filmar e tirar fotos da ação. Por esta razão, os policiais teriam tentado levar seu aparelho celular, a algemaram, impediram de ligar para o advogado e a levado em viatura não caracterizada junto com alguns alunos. Eles ainda teriam sido agressivos e a levado ainda algemada para o hospital e em retorno para a delegacia.

Camila Marques foi liberada no início da tarde, após depor. Sindicatos estão acompanhando o caso e dizem que a professora vem sofrendo perseguição por “doutrinação política”.

*****Atualizada às 15h04min para inserção do vídeo do depoimento da professora 

RECOMENDAMOS

PODEROSA!

"Hoje sou bem comida e amada", diz Xuxa aos 56 anos

MUDANÇA

Ubaldo Fernandes se desfilia do PTC

INVESTIMENTO

Natal: Espaço cultural Ruy Pereira será revitalizado

PARCERIA

Caixa firma acordo com Comitê Paralímpico

PEQUENOS NEGÓCIOS

Sebrae recebe com otimismo Lei Geral das Microempresas

CCJ DO SENADO

Moro: Caso é absolutamente diferente de áudios de Dilma

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Comissão debate benefícios da campanha Nota Potiguar

INDÚSTRIA

Melhora a confiança do empresário, diz CNI

comentários