Geral

MOBILIZAÇÃO

Professores da UFRN aprovam indicativo de greve

Movimento integra a agenda nacional das principais centrais sindicais

Por Redação

25 de abril de 2019 | 15:53

Em Assembleia, professores da UFRN define indicativo de greve. Divulgação Adurn

Os docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovaram indicativo de greve em assembleia realizada ontem (24), no auditório da Biblioteca Central Zila Mamede, campus central da UFRN. Eles dizem que o país vive um processo de desmonte do Estado Social, das políticas públicas educacionais e dos riscos de se desconstitucionalizar direitos, acabar com o sistema público e entregar a previdência social para o mercado.

A unanimidade dos professores presentes decidiram pela realização de um plebiscito para definir sobre a greve nacional unificada com data ainda a ser definida pelo fórum das Centrais Sindicais. Isso porque, pelo Estatuto da entidade, a decisão sobre a realização de greve só pode ser feita em plebiscito.

O movimento integra a agenda nacional da Frente Brasil Popular e das principais centrais sindicais e marcará um período de mobilizações e protestos contra a ideia, do governo de Jair Bolsonaro de que os direitos previstos na Constituição não cabem no orçamento e, portanto, precisam ser revistos. “A nossa responsabilidade neste momento não é pequena. Depende do nosso poder de mobilização a construção de um amplo movimento de resistência”, avalia o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte.

RECOMENDAMOS

NATAL MAIS LIMPA

'Dia Mundial da Limpeza' terá apoio público e privado

INICIATIVA POPULAR

OAB/RN propõe ficha limpa e critérios a comissionados

QUATRO DIAS DE ESPORTES

Natal recebe etapa dos Jogos Escolares da Juventude

IMPORTÂNCIA DA LEITURA

Turma da Mônica vai à Câmara para tratar sobre leitura

NA CALADA DA MADRUGADA

Mossoró: Polícia apreende cigarros contrabandeados

PELA DEMOLIÇÃO

Álvaro Dias diz que não vai gastar com Hotel Reis Magos

JÚNIOR BASS GROOVADOR

Jack Black quer levar baterista potiguar ao Rock in Rio

PLANO DIRETOR NO AR

Natal:Prefeito defende na Câmara verticalização da orla

comentários