Geral

SAÚDE

Projeto vai reforçar segurança para pacientes em hospitais do RN

Deoclécio Marques e Santa Catarina participam do projeto Paciente Seguro

Por Redação

9 de abril de 2019 | 17:33

Os hospitais públicos estaduais Deoclécio Marques e Santa Catarina no Rio Grande do Norte, aderiram ao projeto Paciente Seguro, do Programa Nacional de Segurança do Paciente. Com isso, vão capacitar seus profissionais para que saibam o que fazer dentro da unidade de saúde para garantir a segurança das pessoas que irão passar por algum tipo de atendimento. Como exemplo, identificar o paciente no momento da internação, na hora de fazer um exame e verificar se a recomendação médica está indo para a pessoa que foi prescrita. Do mesmo modo, verificar a dosagem e via de administração de um medicamento.

O termo de compromisso foi assinado pelos diretores dos hospitais no 2° Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro, que ocorreu nesta terça-feira (09), em Brasília. Essas unidades hospitalares estão entre as quatro selecionadas no estado para participar do projeto, que é coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento (RS), em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

Além dos potiguares, 43 novas instituições hospitalares passaram a integrar o projeto, que já contemplava 15 hospitais desde 2016. Nesta quarta-feira (10) e quinta-feira (11), equipes das unidades participantes estarão numa capacitação, para trocar experiências e conhecimentos sobre segurança do paciente.

“O projeto é de suma importância para efetivar a implantação do Programa Nacional de Segurança do Paciente nos hospitais, com foco nas seis metas preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS): identificação correta dos pacientes, melhoria da comunicação entre profissionais de saúde, melhoria da segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos, cirurgia segura, redução do risco de infecções associadas aos cuidados em saúde, por meio da higienização das mãos e prevenção de danos decorrentes de quedas e úlceras por pressão”, destaca a coordenadora do Núcleo Estadual de Segurança do Paciente, Alessandra Alves.

RECOMENDAMOS

PODEROSA!

"Hoje sou bem comida e amada", diz Xuxa aos 56 anos

MUDANÇA

Ubaldo Fernandes se desfilia do PTC

INVESTIMENTO

Natal: Espaço cultural Ruy Pereira será revitalizado

PARCERIA

Caixa firma acordo com Comitê Paralímpico

PEQUENOS NEGÓCIOS

Sebrae recebe com otimismo Lei Geral das Microempresas

CCJ DO SENADO

Moro: Caso é absolutamente diferente de áudios de Dilma

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Comissão debate benefícios da campanha Nota Potiguar

INDÚSTRIA

Melhora a confiança do empresário, diz CNI

comentários