Geral

SAÚDE

Projeto vai reforçar segurança para pacientes em hospitais do RN

Deoclécio Marques e Santa Catarina participam do projeto Paciente Seguro

Por Redação

9 de abril de 2019 | 17:33

Os hospitais públicos estaduais Deoclécio Marques e Santa Catarina no Rio Grande do Norte, aderiram ao projeto Paciente Seguro, do Programa Nacional de Segurança do Paciente. Com isso, vão capacitar seus profissionais para que saibam o que fazer dentro da unidade de saúde para garantir a segurança das pessoas que irão passar por algum tipo de atendimento. Como exemplo, identificar o paciente no momento da internação, na hora de fazer um exame e verificar se a recomendação médica está indo para a pessoa que foi prescrita. Do mesmo modo, verificar a dosagem e via de administração de um medicamento.

O termo de compromisso foi assinado pelos diretores dos hospitais no 2° Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro, que ocorreu nesta terça-feira (09), em Brasília. Essas unidades hospitalares estão entre as quatro selecionadas no estado para participar do projeto, que é coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento (RS), em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

Além dos potiguares, 43 novas instituições hospitalares passaram a integrar o projeto, que já contemplava 15 hospitais desde 2016. Nesta quarta-feira (10) e quinta-feira (11), equipes das unidades participantes estarão numa capacitação, para trocar experiências e conhecimentos sobre segurança do paciente.

“O projeto é de suma importância para efetivar a implantação do Programa Nacional de Segurança do Paciente nos hospitais, com foco nas seis metas preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS): identificação correta dos pacientes, melhoria da comunicação entre profissionais de saúde, melhoria da segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos, cirurgia segura, redução do risco de infecções associadas aos cuidados em saúde, por meio da higienização das mãos e prevenção de danos decorrentes de quedas e úlceras por pressão”, destaca a coordenadora do Núcleo Estadual de Segurança do Paciente, Alessandra Alves.

RECOMENDAMOS

PRODUTO INTERNO BRUTO

Projeção de expansão da economia cai pela oitava vez

MANIFESTAÇÃO

Policiais e bombeiros realizarão protesto nesta terça

PREOCUPAÇÃO

Chuva deixa outra ponte no interior sob risco de cair

ACIDENTE ANIMAL

Motoboy atropela jumento e os dois ficam feridos

TRAGÉDIA

Incêndio na Notre-Dame completa uma semana

NOVA GESTÃO

Humorista vence eleição presidencial na Ucrânia

TERROR

Número de mortos em ataques no Sri Lanka sobe para 290

FIM DE FESTA

PM acaba com festa de facção na zona Oeste de Natal

comentários