Cantores

CONSEQUÊNCIAS

Quem lacra, não lucra? Ludmilla diz que perdeu contratos após assumir namoro com bailarina

"É muito ruim viver escondendo quem você realmente é, vivi por muito tempo essa angústia", afirmou a cantora.

Por Redação

25 de junho de 2019 | 16:48

Ludmilla e bailarina Brunna Gonçalves estão juntas há sete meses (Foto: Reprodução/Instagram)

Assumir posição sexual, no Brasil, ainda é desafiador. Ludmilla surpreendeu ao revelar que estava namorando uma de suas bailarinas, Brunna Gonçalves, no início do mês. Em entrevista para a revista Ela, do jornal O Globo, a cantora disse que leva uma carga de preconceitos com ela, além de ter perdido alguns contratos de trabalho após anunciar a orientação sexual.

“É muito ruim viver escondendo quem você realmente é, vivi por muito tempo essa angústia. Já sou uma pessoa que carrega uma mochila lotada de preconceitos. Negra, funkeira, periférica e bissexual”, afirmou.

A cantora disse que houve mudanças na vida profissional dela após o anúncio do namoro. “Apareceram várias pessoas querendo fazer comerciais, dar patrocínios, mas também perdi contratos. Mas estamos realizadas em viver o que sempre sonhamos, sem precisar nos esconder”, disse.

A mãe de Ludmilla, Silvana Oliveira, tem medo do preconceito que a filha possa sofrer com a escolha. “Tenho medo. Infelizmente no nosso país as pessoas acham que têm o poder de tomar conta da vida dos outros, de dar pitaco. As pessoas são covardes. Eu tenho medo disso, mas se Deus quiser vai dar tudo certo entre elas”, afirmou.

Para Ludmilla, o apoio da mãe é fundamental. “É muito importante ter um diálogo com os pais. Se eles não são abertos, procure uma pessoa mais velha de sua confiança que possa aconselhar você”, orientou.

RECOMENDAMOS

SAÍDAS VOLUNTÁRIAS

Bolsa Família: Mais de 11 mil pediram desligamento

RECUSOU

Eleita Miss Bumbum, Pabllo Vittar critica título

TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Motoristas adiam para terça-feira decisão sobre greve

TOPO DO PÓDIO

Esgrima: Brasileira leva ouro e faz história no Mundial

NORMAS SANCIONADAS

RN teve quase 100 novas leis no primeiro semestre

RESSOCIALIZAÇÃO E PREVENÇÃO

Presas do João Chaves recebem atendimento médico

INCLUSÃO

Bolsonaro anuncia inclusão de autistas no Censo 2020

RECURSO NEGADO

TRE-RN mantém Lava Jato no RN na Justiça Federal

comentários