Gente no AR

PRECONCEITO

Rádio é acusada de homofobia por não querer tocar músicas de Pabllo Vittar

Prints atribuídos à rádio foram divulgados nas redes sociais

Por Redação

12 de novembro de 2019 | 15:26

Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Pabllo Vittar tem sofrido boicotes com seus últimos trabalhos. Desta vez, a rádio Super FM, de Santa Catarina, está sendo acusada de homofobia depois que prints divulgados na internet vieram à tona.

Nos registros, um ouvinte pede para tocar o hit “Parabéns”, sucesso do último álbum da drag queen, e acaba sendo surpreendido com um comentário bastante preconceituoso através do perfil comercial da rádio no WhatsApp.

Veja:

Foto: Reprodução

 

Foto: Reprodução

 

“Olá, não tocamos Pabllo Vittar aqui. Obrigado”, responde a rádio. “Mas por que não?”, pergunta o ouvinte. “Porque não sabemos se ele é um homem ou uma mulher”, retruca o perfil corporativo.

Em outro print, a mesma música é pedida. “Não tocamos isso aqui”, frisa o perfil da rádio. “Não tem música pop na programação?”, questiona o fã de Pabllo. “Tem música. Não essas coisas aí kkk”, manda a Super FM, que afirma tocar apenas sertanejo.

 

RECOMENDAMOS

OPERAÇÃO HESPÉRIDES

Com ação no RN, PF investiga grupo por negociar ouro

ASSISTA!

Netflix divulga trailer da segunda temporada de You

BATEU A SAUDADE?

Thiaguinho chora ao cantar música que fez pra Fernanda

DIREITO GARANTIDO

Portadores de AIDS podem ter isenção de impostos

ABSURDO

Natal: Policial é atropelado durante blitz da Lei Seca

#NATAL420ANOS

Projeto vai celebrar os 420 anos da capital potiguar

TRÁGICO

Homem tenta escapar de abelhas e morre atropelado

IPCA

Alta do preço das carnes puxa inflação em novembro

comentários