Cotidiano

INOVAÇÃO

RecicleJá: Aplicativo ajuda a destinar corretamente o lixo reciclável em Natal

Aplicativo já está disponível para download em aparelhos com plataforma Android ou IOS e atende Natal e Região Metropolitana.

Por Redação

18 de abril de 2019 | 15:33

Foto: Reprodução

Com o objetivo de promover a comunicação entre quem gera resíduos recicláveis e quem o transforma, o Sindicato das Indústrias de Reciclagem e Descartáveis do RN – SindRecicla lança o aplicativo “RecicleJá”, que já está disponível para download em aparelhos com plataforma Android ou IOS e atende Natal e Região Metropolitana.

“Nós identificamos uma carência nos dois extremos: na cadeia da reciclagem – que tem dificuldade que o resíduo chegue a indústria – e a sociedade tem dificuldade em descartar”, explica o presidente do sindicato, o empresário Roberto Serquiz.

Ele destaca a importância de criar uma cultura do descarte correto do lixo. “Essa dificuldade foi muito evidenciada quando se tentou implantar a separação detalhada, ou seja vidro, plástico”, lembrou Serquiz; que enfatiza ainda que ao simplificar o processo de separar o lixo seco do molhado facilita a adesão ao processo.

Metal, ferro, papel, plástico, eletroeletrônico e óleo de cozinha são alguns dos produtos que podem ser negociados através do aplicativo.

“Agora a grande dificuldade é quem vai buscar este material”. E para suprir esta dificuldade foi desenvolvido durante dois anos, junto com a startup potiguar Themata este ecoponto virtual, para facilitar este encontro entre gerador e indústria.

Para Serquiz, o diferencial do RecicleJá é a ausência de intermediário entre “a escola, o condomínio e o bairro” com a indústria, favorecendo a criação de um ambiente econômico sustentável, com o equilíbrio social, ambiental e econômico. “Eles podem se mobilizar e gerar recursos. O resíduo tem valor”, ressalta.

O desenvolvido do RecicleJá pelo SindRecicla foi viabilizado pelo Programa de Apoio a Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias – PROCOMPI, realizado pelo Sistema FIERN, através do IEL/RN, em parceria com CNI e SEBRAE.

RECOMENDAMOS

CRÍTICAS

Bolsonaro volta a defender fim dos radares

FIERN

Atividade da construção potiguar segue em dificuldades

LEVANTAMENTO DA FOLIA

Fecomércio divulga resultados do Carnaval em Parnamirim

SONDAGEM FIERN

Atividade industrial potiguar cai pelo 5° mês seguido

Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil

Morre menina queimada em vazamento de duto

SERIDÓ SEGURO

RN: Polícia prende 5 envolvidos com tráfico e mortes

COMENTÁRIOS NEGATIVOS

Paula Fernandes rebate críticas de Juntos e Shallow Now

ESPETÁCULO

Mossoró inicia montagem do cenário do "Chuva de Balas"

comentários