Apresentadores

PRIORIDADES

Sabrina Sato fala sobre desafios de ser mãe: ‘Não é fácil voltar à rotina, estou me reencontrando como mulher’

"Fiquei muito ligada com a maternidade e agora estou buscando o equilíbrio", contou a japa.

Por Redação

16 de maio de 2019 | 17:34

Sabrina Sato e Duda Nagle com Zoe (Foto: Reprodução/ Instagram)

Sabrina Sato agora tem outras prioridades. Seis meses após o nascimento da pequena Zoe, fruto do relacionamento com o ator Duda Nagle, a apresentadora da TV Record resolveu abrir o jogo sobre as mudanças que ocorreram em sua vida pessoal com a experiência da maternidade. Em entrevista ao Universa, a japa comentou sobre os desafios de conciliar a vida de mãe com o trabalho.

“Não é fácil nossa volta como mãe. Não é fácil voltar à rotina. Estou me reencontrando como Sabrina mulher de novo. Fiquei muito ligada com a maternidade e agora estou buscando o equilíbrio. Tenho o apoio de todas as mães. É muito legal. Porque a gente se dedica a maternidade e vive isso o dia inteiro. Eu estou tentando conciliar para não sair do eixo. Mas a gente dá conta, né?”, disse Sabrina Sato.

Além disso, Sabrina garantiu que o foco agora é a amamentação da herdeira. “Eu desisto e volto toda hora para a academia. Não é fácil, porque não dá vontade de treinar, né? Tem filha, trabalho, casa. Mas o exercício é importante para a saúde da bebê também, na amamentação. No segundo mês, eu já tinha perdido todos os quilos que ganhei só amamentando. São 700 calorias a menos. Ela nunca tomou uma gota de água, só o meu peito”, comentou

RECOMENDAMOS

POLÊMICA

Filho de Bolsonaro publica vídeo de criança com rifle

SERVIÇO

Corpus Christi: bancos fecham hoje, mas reabrem amanhã

PROGRAMAÇÃO

Veja hora das missas de Corpus Christi na Arquidiocese

TRÂNSITO

Carro pega fogo após colisão na Rua São José

TV NO AR

Veja propostas de Onivaldo Mendonça para o Quinto

SEMIABERTO

Ex-governador Fernando Freire deixa a prisão

CONDENADO

Pedreiro que matou menina Iasmin pega 31 anos de prisão

PROTEÇÃO

Preocupação com segurança de dados é a maior em 10 anos

comentários