Esportes

FERAS

Sadef/RN é vice-campeã geral do Brasileiro de Halterofilismo

Foram 10 medalhas e dois recordes brasileiros

Por Redação

12 de novembro de 2019 | 12:38

Foto: Divulgação

Dez medalhas e dois recordes brasileiros. A despedida da temporada 2019 não poderia ter sido melhor para a equipe de halterofilismo da Sadef (Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN). “Os resultados colocam a nossa associação num lugar de destaque do halterofilismo paralímpico nacional. Atualmente, somos a segunda melhor equipe do Brasil, e com uma diferença muito pequena pro clube líder”, comemora Tercio Tinoco, presidente da Sadef.

O Brasileiro disputado no fim de semana em São Paulo reuniu 104 atletas de 11 Estados e do Distrito Federal – os oito melhores classificados no ranking em cada categoria. 11 recordes foram quebrados na competição, dois deles de potiguares. Maria Rizonaide faturou o ouro na categoria 45kg, e é a nova recordista do país, levantando quase o dobro do próprio peso, 87kg. Entre as mulheres, além dela, também subiram ao pódio Rene Belcássia (ouro), Naira Gomes (ouro), Alane Lima (prata) e Socorro Azevedo (bronze).

Os homens conquistaram a outra metade das medalhas. Diogo Rocha e Ailton Silva faturaram bronze. Raimundo Damasceno e José Mendes Filho, pratas. E Júnior França garantiu mais um ouro pra coleção, com direito a recorde brasileiro e prêmio de Melhor Índice Técnico, que considera o peso levantado dividido pelo peso corporal.

Junior, que compete na categoria 49kg, levantou mais que o triplo do próprio peso: 151 kg. “Ele evoluiu  sua marca em 5 kg, o que hoje garantiria a sexta posição no ranking Tokyo. Temos muito trabalho pela frente na esperança de brigar por uma medalha paralímpica, mas precisamos primeiro garantir que estaremos entre os Top 8 do Mundo”, diz o técnico da Sadef, Carlos Williams.

O Brasileiro encerrou o calendário do halterofilismo nessa temporada. A primeira competição nacional de 2020 está prevista para março, em Recife.

Medalhistas da Sadef no Brasileiro de Halterofilismo

Feminino
1. Maria Rizonaide (cat. 45) – Recorde Brasileiro com 87 kg
2. Rene Belcassia Souza (cat. 55) – 1° com 76 kg
3. Naira Gomes (cat. 61) – 1° com 87 kg
4. Alane Lima (cat. -86) – 2° com 86 kg
5. Socorro Azevedo (cat. 55) – 3° com 58

Masculino
1. João Maria Junior (cat. 49) – Recorde Brasileiro com 148 kg e 151 kg
2. José Mendes Filho (cat. 65) – 2° com 140 kg
3. Raimundo Damasceno (cat.72) – 2° com 155 kg
4. Ailton Silva  (cat. 54) – 3° com 120 kg
5. Diogo Rocha (cat. 80) – 3° com 152 kg

RECOMENDAMOS

TALENTO UNIVERSITÁIRO

Prêmio Capes distribuirá R$ 5 mil para mil colocados

DECISÃO

Final do Matutão será neste domingo na Arena das Dunas

ACORDO BILATERAL

Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis

INCENTIVO ÀS COMPRAS

Prefeitura e CDL lançam show de prêmios em Parnamirim

SORTE

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões

OLHO NU OLHO

Evento com arte trata do sentido da visão

SEM TRANSPARÊNCIA

Bolsonaro mantém gastos do cartão corporativo em sigilo

PREVISÃO

Fecomércio: Gasto em compras de Natal deve aumentar 7%

comentários