Cultura

ECONOMIA CRIATIVA

Sebrae destina meio milhão de reais em edital para projetos culturais

Inscrições estão abertas e seguem até o dia 3 de maio

Por Redação

4 de abril de 2019 | 13:07

Foto: Moraes Neto

Já estão abertas as inscrições para projetos culturais no Edital de Economia Criativa 2019 do Sebrae no Rio Grande do Norte. Serão destinados R$ 500 mil para apoiar iniciativas nas áreas de música, audiovisual, artes visuais, editoração e artesanato e artes cênicas, esta última engloba também os projetos na área de dança. O lançamento do edital ocorreu nesta terça-feira (2), na sede da instituição, e as regras gerais para a seletiva estão no portal www.rn.sebrae.com.br/. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 3 de maio. O resultado está programado para ser divulgado no início de junho.

O edital está dividido em duas modalidades, uma delas é a de acesso a mercado, que visa justamente contribuir para a realização de feiras e eventos. Serão apoiados até dez projetos com um valor de R$ 20 mil para cada, o que soma um montante de R$ 200 mil, especialmente voltados para essa finalidade.

Já, para a modalidade apoio, estão reservados recursos da ordem de R$ 300 mil, que devem servir para o desenvolvimento ou aprimoramento de produtos e serviços culturais. Serão selecionados 31 projetos nessa modalidade.  Devido à demanda de edições anteriores, a categoria ‘Música’ terá o maior número de projetos a serem aprovados  – 12 – e receberá um aporte financeiro no valor total de R$ 120 mil, sendo R$ 10 mil por projeto.  De acordo com a gestora do edital, Ana Ubarana, caso não seja completada a cota de projetos de música, o valor restante será redistribuído entre as demais categorias, de forma a aplicar  todo o recurso nos projetos inscritos.

Já R$ 50 mil serão destinados aos cinco projetos de ‘Audiovisual ‘e R$ 45 mil para três projetos de ‘Artes Cênicas’. O Sebrae espera aprovar cinco projetos na área de ‘Artesanato’, cada um com R$ 5 mil. As categorias ‘Editoração’ e ‘Artes Visuais’ poderão ter até três iniciativas selecionadas cada uma, sendo destinados no total R$ 60 mil, que serão divididos entre os seis projetos aprovados. Como neste ano a temática é livre, os projetos poderão abranger qualquer tema, diferente das edições passadas, que tiveram tema prioritário.

Para capacitar os produtores culturais que desejam atender melhor os critérios de seleção do edital, o Sebrae realizará oficinas que vão repassar e detalhar as exigências do edital. Estão programadas capacitações em Natal, Mossoró, Caicó e Currais Novos.  Uma das principais características do edital é que os recursos são destinados ao pagamento dos fornecedores de cada projeto, e não diretamente ao autor do projeto. Isso facilita a prestação de contas ao final, uma vez que todos os pagamentos ocorrem ao longo da execução do projeto.

O lançamento do edital contou com a participação do presidente do Sebrae Nacional, João Henrique de Almeida Souza, da governadora Fátima Bezerra, do presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, integrantes da diretoria executiva da instituição, entre eles José Ferreira de Melo Neto (superintendente) e Marcelo Toscano (diretor de operações), além de representantes do Sebrae de outros estados, parlamentares, artistas e produtores culturais.

“A decisão que tomamos lá, atrás, de criarmos esse edital, foi acertada. Já investimos mais de R$ 1,5 milhão nessa área, pois entendemos que os projetos na área cultural também são negócios. O lançamento deste edital é uma prova de reconhecimento da importância do segmento e uma forma de democratizar o acesso aos investimentos na cadeia da economia criativa”, disse o diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti, que falou em nome da diretoria executiva.

O Edital de Economia Criativa do Sebrae tem como principal objetivo o estímulo ao empreendedorismo cultural para a promoção de negócios da economia criativa. Com o valor desta edição, a instituição soma um montante de R$ 1,6 milhão destinados ao fomento de novos produtos, serviços e bens culturais, aquecendo a cadeia produtiva da economia criativa e o patrimônio imaterial do Rio Grande do Norte.

RECOMENDAMOS

EVENTO

Palestra discute situação do Instituto Santos Dumont

BALANÇO

Saldo de empregos tem pior mês de março desde 2016

PRAZO ACABANDO

Mais de 320 mil ainda não pagaram o IR de 2019 no RN

SUSTO!

Moradores confundem fogos com alerta de evacuação

BENZA DEUS!

Cauã Reymond posta foto sexy e tamanho choca seguidores

'DESERTO'

Pregão que Estado usaria para pagar servidores fracassa

MAIS TEMPO

Emissão de RGs terá horário ampliado no RN

TRÂNSITO SEGURO

STTU leva a campanha Maio Amarelo ao Mercado Bem-Te-Vi

comentários