Geral

SAÚDE

Sesap altera fluxo para pacientes de cirurgia vascular

Unidades deverão agendar com a Central Metropolitana de Regulação

Por Redação

1 de fevereiro de 2019 | 17:40

Hospital Ruy Pereira- SESAP/ASSECOM

Os atendimentos em cirurgia vascular, realizados no Hospital Ruy Pereira, em Natal, terão uma nova organização do seu fluxo a partir da segunda-feira (4). As Unidades de Pronto-atendimento (UPAs), Hospitais Municipais, Hospitais Regionais e as Policlínicas com pacientes com complicações vasculares devem fazer contato direto com a Central Metropolitana de Regulação (CMR), que será responsável pelo agendamento das avaliações, pelo telefone (84) 3209.5340 ou pelo endereço eletrônico: vascularcmr@gmail.com.

O agendamento poderá ser solicitado a qualquer momento, o agendamento da avaliação se dará em no máximo 12 horas após a solicitação via e-mail e será baseado na classificação de risco, sendo estabelecidos os casos prioritários.

O acesso aos leitos do Hospital Dr. Ruy Pereira se dará após avaliação ambulatorial pela equipe de cirurgia vascular do hospital. Assim a unidade não poderá receber pacientes de demanda espontânea ou encaminhados sem a devida regulação. A medida vai garantir que os pacientes que necessitam de procedimentos da cirurgia vascular tenham garantia de acesso ao serviço.

A falta da devida regulação fazia com que o hospital recebesse pacientes de todo o Rio Grande do Norte, principalmente pacientes clínicos ou que aguardam estabilização do quadro de saúde para então se submeter ao procedimento cirúrgico vascular, o que comprometia a disponibilidade de leitos na unidade.

Dessa forma, a preparação da condição clínica, administração de antibióticos, estabilização do paciente etc, serão feitas em suas unidades de origem. Os pacientes estáveis serão avaliados pela equipe médica de cirurgia vascular para terem o procedimento agendado. A adequação do fluxo pretende principalmente diminuir o tempo de espera de pacientes e qualificar o atendimento.

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel atenderá as urgências e emergências vasculares: trombose venosa profunda (TVP), traumas vasculares, aneurisma de aorta roto e embolia arterial aguda.

RECOMENDAMOS

QUE ABSURDO

Mulher é presa após agredir a própria mãe de 76 anos

TRABALHO INCESSANTE

Bombeiros apagam mais focos de incêndio em Patu

PERFIL

Maioria dos ‘MEIs’ do RN desenvolve a atividade em casa

RECURSOS

Projeto quer proteger municípios de retenção do FPM

POLÍTICA

Maia diz que Fundo Eleitoral equilibra campanhas

TRABALHO NA SERRA DO LIMA

Corpo de Bombeiros mantém combate a incêndio em Patu

ROMPIMENTO DE BARRAGEM

Brumadinho: Vale é condenada a pagar R$ 11,8 milhões

PLANO DIRETOR NO AR

Plano Diretor: evolução depende da maioria,diz prefeito

comentários