Brasil e Mundo

BICHINHOS EM CASA

STJ decide que condomínio não pode proibir animais domésticos

Convenções só podem fazer restrição quando os bichos apresentarem riscos

Por André Richter/Agência Brasil

15 de maio de 2019 | 07:41

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nessa terça-feira (14) que condomínios não podem restringir, de forma genérica, que moradores tenham animais domésticos de estimação, como cães e gatos, em apartamentos. Pelo entendimento da Terceira Turma do tribunal, que julgou um caso sobre o tema, as convenções só podem fazer restrição quando os bichos apresentarem risco à segurança, higiene ou à saúde dos demais moradores.

A Corte julgou um recurso de uma moradora do Distrito Federal contra as regras de seu condomínio, que a impediu de criar um gato no imóvel. Na primeira instância, apesar de alegar que o animal não trazia transtornos aos vizinhos e nas áreas comuns do edifício, o Tribunal de Justiça entendeu que as regras previstas na convenção devem prevalecer.

Ao julgar o caso, o colegiado, por unanimidade, entendeu que as regras internas de condomínios não podem vedar a permanência de animais de qualquer espécie sem avaliar cada caso específico.

RECOMENDAMOS

TRANSPORTE DE CARGAS

ANTT publica novas regras para cálculo do frete mínimo

DESATIVADDA

Saiu a sentença de recuperação judicial da Multidia

DIÁLOGO

AGN-RN e IMD discutem parceria para startups potiguares

REFORÇO NA SEGURANÇA

Polícia Civil receberá R$ 2 milhões em viaturas e armas

MUNDO MÁGICO LITERÁRIO

Feira de Livros e Quadrinhos de Natal será em setembro

VÍDEO

Dengue: Imóvel abandonado preocupa moradores no Alecrim

TUDO LIBERADO

Grande Natal tem todas as praias próprias para o banho

SÉRIE C

Jogo do ABC será transmitido pela Band Natal

comentários