Economia

COBRANÇA

Styvenson diz que governo não tem verba para comprar scanner para Porto de Natal

Senador se reuniu com ministro dos Transportes, Tarcísio Freitas

Por Agência Senado

12 de março de 2019 | 06:08

A compra de um scanner de cargas para o Porto de Natal poderia inibir o embarque de drogas com destino ao exterior, afirmou nesta segunda-feira (11) em Plenário o senador Styvenson Valentim (Pode-RN). Ele disse que a recente apreensão de 3 toneladas de cocaína, pela Polícia Federal, naquele porto, demonstra que ele está sendo movimentado no sentido negativo. No entanto, lembrou o parlamentar, o porto representa um importante polo econômico para exportação de frutas, que representa 30% da movimentação do terminal.

“A causa é a falta de fiscalização, o que pode ser resolvido com um simples scanner de cargas como existem em outros portos nacionais. O Porto de Santos tem desde 2013. O porto lá do Ceará, desde 2014. Eu creio que o Espírito Santo também tenha o seu scanner. E a gente nunca teve essa máquina, que em tempo rápido e preciso pode avaliar justamente que carga está sendo transportada”, explicou.

Ele declarou que fez o pedido em audiência com o ministro dos Transportes, Tarcísio Freitas, mas, segundo relatou, o governo federal não tem recursos para a compra do equipamento, que custa R$ 11 milhões.

“R$ 11 milhões não são um valor extraordinário para se combater esse tipo de crime. Se nós não temos condições de manter o porto, se o governo federal não tem condições, se o estado do Rio Grande do Norte não tem condições, então que passe para a iniciativa privada”, afirmou Styvenson Valentin.

RECOMENDAMOS

OPORTUNIDADES

SINE-RN oferece vagas de emprego nesta quinta-feira

CONCORRÊNCIA

RN fica em desvantagem na briga para baratear voos

SERÁ?

Carlinhos Maia não teria beijado noivo durante o casamento em respeito aos convidados

PROPOSTA

CCJ aprova admissibilidade da reforma tributária

PRÉ-PROJETO

Natal define reforma do Teatro Sandoval Wanderley

SEM MUDANÇA

Fifa descarta realizar Copa de 2022 com 48 seleções

EM NATAL

Mulheres negras recebem homenagem na Câmara de Natal

ORÇAMENTO

Governo evita novo contingenciamento com repasse ao MEC

comentários