Geral

WORKSHOP

Tecnologia BIM é apresentada aos empresários da construção civil do RN

Ferramenta trabalha com modelos 3D mais fiéis ao produto final

Por Redação

7 de maio de 2019 | 11:19

Planejamento eficaz, banco de dados único, redução de custos, otimização do tempo. Estas são algumas das vantagens do “Building Information Modeling” (BIM – em português, Modelagem da Informação da Construção), apresentado aos empresários da construção civil do Rio Grande do Norte, em workshop nessa segunda-feira, 06, na Casa da Indústria, em Natal.

O evento foi realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-RN) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Natal é a 16ª cidade do país que recebe o Workshop.

Aberto pelo presidente do Sinduscon-RN, Silvio Bezerra, o workshop contou com “Apresentação da coletânea BIM”, exposição sobre o “O papel dos desenvolvedores de software BIM” e relato sobre “Experiências bem sucedidas de empresas do segmento”.

O BIM trabalha com modelos 3D mais fáceis de assimilar e mais fiéis ao produto final, agregando todas as partes envolvidas no planejamento de uma construção, fornecendo informações aprofundadas sobre cada detalhe da construção e que podem ser utilizadas por todos os envolvidos, desde engenheiros e arquitetos até planejadores e responsáveis pela compra de materiais.

O presidente do Sinduscon, Silvio Bezerra, ressaltou a importância da inovação para o setor da construção civil. Ele disse que o BIM é o que há de mais moderno e representa o futuro para quem quer racionalizar projetos, economizar e organizar sua empresa.

O diretor técnico da Sinco Engenharia, líder do projeto de disseminação do BIM, e diretor do Sinduscon de São Paulo, Paulo Sanchez, ressaltou que há dois anos a CBIC iniciou o trabalho de disseminação desta nova tecnologia no Brasil inteiro. “Da primeira cidade até as últimas que a gente tem visitado a evolução, o entendimento e o aprendizado pelo setor foi muito grande, todo mundo começou a entender quais são as vantagens da implementação do BIM”, disse.

“A gente trabalha com um modelo integrado de informação, seja na parte de projeto, de construção, de gestão e operação”, explica o consultor Rogerio Suzuki, da RS Consultoria. Ele explica que o BIM, por se tratar de um modelo virtual preciso, que abrange desde a pré-obra, obra até a pós-obra, possibilita que o projeto chegue com mais qualidade no canteiro, uma vez que é possível antecipar problemas e assegurar maior previsibilidade.

Suzuki disse que a plataforma é uma necessidade do mercado e pode ser utilizado tanto por micro quanto por grandes empresas. Ele revelou que o governo federal lançou um decreto exigindo que a partir de 2021 alguns ministérios só receberão os projetos se forem feito através dessa ferramenta.

RECOMENDAMOS

MISSÃO APOLLO 11

Evento celebra os 50 anos da chegada do homem à lua

PALESTRA

Rogério Marinho vai falar sobre Previdência em Natal

PAGAMENTOS

Abono do PIS/Pasep começa a ser pago na próxima quinta

PRISÃO PREVENTIVA

MPCE pede prisão de médico que abusou de pacientes

MAIS PRA FRENTE

Liberação do FGTS é adiada, afirma Lorenzoni

SEGURANÇA

Polícia vai reforçar fiscalização nas rodovias do RN

SÃO JOÃO

"Festa do Sabugo" começa hoje em Parnamirim

OPORTUNIDADES

Sine oferece 150 vagas de emprego em todo RN

comentários