Política

APÓS CONFUSÃO

“Tire a mão do meu filho”, protesta mãe de aluno do IFRN que ia ser expulso por seguranças da Câmara

Carla Tatiane também agradeceu ao deputado Rafael Motta

Por Redação

24 de maio de 2019 | 08:16

Foto: Divulgação

Carla Tatiane, mãe de Pedro Gorki, aluno do IFRN e presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundarias (Ubes), utilizou as redes sociais para criticar a postura de deputados e da polícia legislativa. Na última quarta-feira (22), o jovem se envolveu em confusão na Câmara Federal e só não foi expulso por intervenção do deputado federal Rafael Motta, que também é potiguar.

“Tirem a mão do meu filho. Essa imagem nunca deve ser esquecida nem repetida”, escreveu Carla ao compartilhar a foto do filho sendo contido por seguranças da Casa.

Na publicação, ela ainda agradeceu ao deputado potiguar. Em um vídeo gravado no momento do atrito, Motta saiu da bancada e “resgatou” o jovem, que era segurado por pelo menos três homens.

“Como MÃE, quero agradecer ao deputado federal Rafael Motta pelo ato de coragem e solidariedade ao retirar meu filho, um menino de 18 anos, dos braços de covardes homens que o agrediam. Serei para sempre grata!”, concluiu.

Veja as imagens

RECOMENDAMOS

FLAGRA

Mulher bota maconha na vagina pra dar a presidiário

INFRAESTRUTURA

Ministro de Bolsonaro garante verba para obra na Hermes

COMBATE A CRIMINALIDADE

Projeto propõe ação conjunta entre polícia e moradores

RESTAURAÇÃO DE PAISAGENS E ECOSSISTEMAS

Agricultura e preservação ambiental podem andar juntas

CONVITE ACEITO

Deputado coronel Azevedo ingressará no PSC no RN

SABORES DO SERTÃO

Culinária Potiguar é destaque evento Senac em Brasília

REMIÇÃO PELA LEITURA

Detentos receberão oficinas de leitura em Macaíba

NO PULMÃO

Presidente do Uruguai tem tumor maligno, apontam exames

comentários