Política

APÓS CONFUSÃO

“Tire a mão do meu filho”, protesta mãe de aluno do IFRN que ia ser expulso por seguranças da Câmara

Carla Tatiane também agradeceu ao deputado Rafael Motta

Por Redação

24 de maio de 2019 | 08:16

Foto: Divulgação

Carla Tatiane, mãe de Pedro Gorki, aluno do IFRN e presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundarias (Ubes), utilizou as redes sociais para criticar a postura de deputados e da polícia legislativa. Na última quarta-feira (22), o jovem se envolveu em confusão na Câmara Federal e só não foi expulso por intervenção do deputado federal Rafael Motta, que também é potiguar.

“Tirem a mão do meu filho. Essa imagem nunca deve ser esquecida nem repetida”, escreveu Carla ao compartilhar a foto do filho sendo contido por seguranças da Casa.

Na publicação, ela ainda agradeceu ao deputado potiguar. Em um vídeo gravado no momento do atrito, Motta saiu da bancada e “resgatou” o jovem, que era segurado por pelo menos três homens.

“Como MÃE, quero agradecer ao deputado federal Rafael Motta pelo ato de coragem e solidariedade ao retirar meu filho, um menino de 18 anos, dos braços de covardes homens que o agrediam. Serei para sempre grata!”, concluiu.

Veja as imagens

RECOMENDAMOS

INCENTIVO FISCAL

Com redução de imposto, Natal ganhará novos voos

NOVOS MÉDICOS

'Mais Médicos' libera 36 novos profissionais para o RN

MAIOR CALDO

Gabriel Medina tenta subir na onda de Sasha

PROJETO

São Gonçalo: MTur libera verba para Centro de Eventos

'CELA DE CINEMA'

Por ter instalado cinema em cela Cabral sofre punição

LUCRO BILIONÁRIO

Caixa registra lucro líquido de R$ 3,92 bilhões

TV NO AR

Veja propostas de Lucia Jales para o Quinto

FÉRIAS DE JULHO

Natal aparece como 3º destino do país mais procurado

comentários