Geral

NOTA

TRE se pronuncia sobre operação que apura corrupção em julgamento

Tribunal ressaltou que "os fatos recaem sobre ex-integrantes"

Por Redação

8 de maio de 2019 | 12:19

A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte emitiu uma nota de esclarecimento após uma operação ter sido deflagrada nesta quarta-feira, 8, para apurar corrupção em um julgamento da Corte. O Tribunal ressaltou que “os fatos recaem sobre ex-integrantes”.

O Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Receita Federal investigam a suposta compra da decisão judicial que favoreceu uma chapa da eleição suplementar de 2014 no município de Francisco Dantas. A candidatura apoiada pelo então prefeito cassado, Gilson Dias, teve o registro indeferido. Os adversários seriam diplomados, mas uma liminar do juiz Carlo Virgílio Fernandes de Paiva suspendeu a diplomação. Essa suspensão é, justamente, alvo da suspeita.

Veja nota do TRE: 

NOTA
TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RN

Sobre investigações deflagradas nesta quarta-feira (dia 8 de maio), identificadas como Operação Balcão, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte esclarece que os fatos recaem sobre ex-integrantes da Corte Eleitoral e remontam a 2014.

O TRE-RN colabora com as instituições repassando informações solicitadas pelos responsáveis pela investigação.

A Corte Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral reafirma seu compromisso com a seriedade, ética e lisura em todos os seus procedimentos e ações e repudia quem não procede dessa forma.

Assessoria de Comunicação

RECOMENDAMOS

SAÍDAS VOLUNTÁRIAS

Bolsa Família: Mais de 11 mil pediram desligamento

RECUSOU

Eleita Miss Bumbum, Pabllo Vittar critica título

TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Motoristas adiam para terça-feira decisão sobre greve

TOPO DO PÓDIO

Esgrima: Brasileira leva ouro e faz história no Mundial

NORMAS SANCIONADAS

RN teve quase 100 novas leis no primeiro semestre

RESSOCIALIZAÇÃO E PREVENÇÃO

Presas do João Chaves recebem atendimento médico

INCLUSÃO

Bolsonaro anuncia inclusão de autistas no Censo 2020

RECURSO NEGADO

TRE-RN mantém Lava Jato no RN na Justiça Federal

comentários