Sem categoria 22/03/2014 17:22

Turismo Gastronômico no RN

Por admin

  

 

A gastronomia é um grande diferencial competitivo de um Destino Turístico, muitos países como França, Itália e Alemanha exploram muito bem isso.

Devemos ressaltar que o Nordeste brasileiro é reconhecido no país e no mundo através do binômio sol e mar, apesar de ser uma região de excepcionais valores culturais e turísticos, porém, constata-se que a exploração turística da gastronomia nordestina pode representar um papel importante como vetor para o desenvolvimento e crescimento de determinadas localidades.

Os Festivais Gastronômicos têm o objetivo de promover e divulgar a gastronomia regional e vem conseguindo fazer isso com muito sucesso no Rio Grande do Norte.
A cidade localizada na enseada que forma a baía recebe o mesmo nome.

photo1

Foto: Divulgação

 

O Município de Baia Formosa, localizado a 98 km ao sul de Natal e que compõem o “Pólo Costa das Dunas”, possui inúmeros atrativos turísticos que são motivadores de um crescente fluxo turístico que buscam conhecer seus 26 km de litoral, formado por paradisíacas praias, rios, lagoas e a reserva florestal da Mata Atlântica que constitui seu Produto Turístico Natural.

Com a realização do “Festival Gastronômico e Cultural”, foi possível que o setor pesqueiro do Município, que detém uma expressiva frota de embarcações e contando com um contingente superior a 500 pessoas envolvidas direta ou indiretamente com o setor, viesse a participar ativamente e de forma definitiva da cadeia produtiva do turismo e que sem dúvida, tem sua contribuição devidamente reconhecida no decorrer do processo, uma vez que é o fruto da produção/trabalho deste segmento que demanda o sucesso da iniciativa.•

O “Festival Gastronômico e Cultural”, visa ampliar e diversificar a “Oferta Turística de Baia Formosa”, dimensionando e segmentando a cadeia da produção associada ao turismo no âmbito do Município.

Baía Formosa é a única baía do estado do Rio Grande do Norte.

photo2

Foto: Divulgação

 

O “Festival Gastronômico e Cultural”, é a grande oportunidade que o segmento de alimentos e bebidas da cidade tem para dimensionar a cadeia produtiva de restauração e de serviços de apoio ao turismo, o evento também proporciona ao “Destino Turístico Baia Formosa”, transformar-se no principal “Núcleo Gastronômico da Albacora”, onde os gastrônomos ofertam as diversas receitas a base do pescado, para ser degustado ao sabor da brisa do mar da Baia Formosa.

A realização do Festival, permitir a diversificação e a segmentação da oferta turística do município, assim como, proporciona a geração de empregos e renda para uma parcela cada vez maior da população da cidade.

photo3 

Cidade de Martins/RN. Fotos: Junior Marcelino

 

Experiência de sucesso:

O Município de Martins localizado na Região Serrana do Rio Grande do Norte e que se caracteriza pelo seu clima ameno, considerado a Campos do Jordão do Rio Grande do Norte, com média anual de 24º, contrastando com a temperatura média do Nordeste, que se apresenta alta em qualquer época do ano.

Quando foi realizada a primeira edição do Festival Gastronômico e Cultural de Martins, a cidade não possuía meios de hospedagem uma estrutura de restaurantes bastante deficitárias com poucas opções.

 

 photo5 

 

photo4

 Hotel Serrano de Martins/RN. Foto: Divulgação

 

A estrutura de hospedagem, antes restrita a apenas um hotel de pequeno porte e duas pousadas simples, hoje conta com redes de hotéis totalmente dentro dos mais exigentes padrões de conforto para o turismo de lazer, e mais de dezoito pousadas aconchegantes, onde a ocupação se caracterizava como sazonal.

Além do comércio de um modo geral, o artesanato atingiu níveis de vendas que se superam ano a ano, já é comum saber que toda produção artesanal, bem como os estoques do comércio esgotam-se durante o período do evento.

Os artesãos, cujos produtos destinavam-se apenas à população local, ganharam um mercado permanente durante todo o ano, já que passaram a receber encomendas de toda a região.

Paulo Roberto Lopes

Biografia Paulo Roberto Lopes, iniciou em 1977 na Universidade Católica de Petrópolis-UCP/RJ, suas atividades acadêmicas no setor do Turismo, passando pelos os estados do Paraná, Santa Catarina e Rondônia onde foi Diretor de Turismo do estado, aportou em Natal/RN para participar do Congresso Nacional da ABAV/1987, no Rio Grande do Norte, foi secretário de Turismo de Touros e de Maxaranguape, coordenou o Turismo nos municípios de Natal, Extremoz e Parnamirim, exerceu funções na Comissão de Turismo Integrado do Nordeste - CTI/NE, participou da criação do Natal Convention & Visitors Bureau é Diretor de Programas e Projetos do Instituto de Gestão e Formação em Turismo do Rio Grande do Norte/IGETUR.

Descrição Turismo no Ar é uma ferramenta de divulgação, serviços, promoção e compartilhamento que traz temas atuais,tendências,novidades e assuntos do Turismo local,regional e nacional, contribuindo com o desenvolvimento econômico e social do Destino Turístico no Nordeste.

(84) 999 817 199

todos os blogs